Marcelo Coelho pode ser candidato a deputado estadual e já começa a preocupar velhos políticos do Maranhão

Secretário de Estado Marcelo Coelho
Faltando 17 meses para as eleições de 2018, alguns novos nomes começam a surgir com grande força para disputar uma das 42 vagas de deputado estadual do Maranhão. Entre os nomes de maior destaque está o do atual Secretário De Estado do Meio Ambiente – Marcelo Coelho.
O codoense é um dos secretários queridinhos do governador Flávio Dino, e já deixou claro para os mais próximos que não abre mão de concorrer ao cargo de deputado estadual. Nos bastidores da política, seu nome tem sido muito lembrado e tem agradado alguns membros do governo do estado.
Deputado Estadual Cesar Pires
A decisão firme de Marcelo Coelho aparentemente não havia incomodado as velhas raposas políticas do Maranhão, no entanto sua ascensão tem sido grande e muitos deputados de mandato começaram a se preocupar com sua decisão. O mais atormentado com a possível candidatura de Marcelo Coelho é o também codoense Cesar Pires, o experiente deputado estadual possui baixa popularidade no município de Codó por conta dos pouquíssimos benefícios e projetos irrelevantes em prol de sua terra natal. Pires teme que seus poucos votos possam desaparecer com o surgimento da provável candidatura de mais um codoense.
Pelo jeito Cesar Pires ainda vai ter muita dor de cabeça com o crescimento meteórico de Marcelo Coelho, pois o secretário continua trabalhando intensamente em busca do desenvolvimento do Maranhão. Na semana passada, por exemplo, o codoense participou da 14ª edição do Fórum de Governadores da Amazônia Legal, que aconteceu dias 04 e 05 de maio, em Rondônia e teve papel importante nas discussões de temas importantes para a área do meio ambiente.
Secretário de estado do Meio Ambiente participando da 14ª edição do Fórum de Governadores da Amazônia Legal

Nenhum Comentário

  1. Eu apoio esse codoense de destaque, pois já provou que sabe trabalhar.

  2. Homem de honra e coragem. Merece ser reconhecido pelo seu povo.

  3. Não sei porque, mas acho que pode ser um bom nome para nós representar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *