Francisco Nagib processa radialista Mãozinha, mas não aparece na audiência

O radialista Osvaldo Filho, popularmente conhecido como Mãozinha, esteve na manhã desta terça-feira (13), no Fórum de Justiça de Codó, para participar da audiência do processo movido contra ele pelo prefeito Francisco Nagib.

O comunicador chegou cedo ao local, porem a audiência não aconteceu devido o autor está em viajem para a cidade de Brasília. Osvaldo Filho ficou frustrado com a ausência do prefeito, pois acreditava que teria resultado favorável diante das provas que foram apresentadas pelos três advogados do prefeito de Codó.
Detalhes do processo
A AÇÃO DE INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS, pede que o juiz condene Osvaldo Filho a pagar uma indenização no valor de R$ 10 mil, pois o prefeito alga que teve o seu nome e sua honra violado pelo radialista.
Conforme demonstram os atos do requerido, este se aproveita para extorquir o autor, com ameaças que desvirtuam a verdade dos fatos, momento em que ofende seu bom nome e sua forma de trabalho, sua honra e a sua imagem, ofendendo-o e expondo ao ridículo todos os dias em seu programa matinal”, relata um trecho do processo.
As possíveis ameaças e ofensas são detalhadas em outro trecho do processo, onde os advogados transcrevem um fragmento de uma das falas gravadas do radialista em seu programa na Rádio Eldorado AM, nele o comunicador teria dito: “É pau quato ano, quato ano é pau, vou fazer o máximo para o povo desacreditar em ti cara”.
A transcrição de outro áudio releva que o comunicador Osvaldo Filho teria pedido R$ 3 mil em troca de um possível apoio a Francisco Nagib. Os advogados entendem que a atitude do radialista é uma tentativa de obter vantagem econômica e ilícita através da violação da honra e da imagem do prefeito. “Pra fazer o teu trabalho ai custa caro cara… se tu me desse  (três) mil eu ia”, destaca o trecho.
Veja uma cópia de todo o processo clicando aqui.
Osvaldo Filho afirma que não irá se intimidar
Entrevistamos Osvaldo Filho, o radialista demonstrou serenidade ao afirmar que a atitude do prefeito Francisco Nagib é uma tentativa de intimida-lo.
“Isso é para intimidar as pessoas, é porque a gente fica divulgando na rede social, no rádio, a realidade do Codó, e ele como poderoso fica tentando intimidar, mas isso não me intimida não, isso aí é bom pra mim, bom pro ouvinte, ele vai saber que tem um… uma pessoa responsável que vai denunciar, que vai reclamar, que vai colocar o povo pra falar, é tão tal que o processo aí é um processo que não existe, negócio de acusação de extorsão” disse.
Ouça a entrevista completa:

Nenhum Comentário

  1. todos q o prefeito quer processa ele perde 10 mil, ( prefeito 10 mil ) kkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *