Vereador Junior Oliveira é denunciado ao MP por suposta compra de votos em 2016

Baseado em uma matéria publicada aqui no Blog em novembro de 2017, o ex-gerente regional da Receita Federal de Codó, Arlindo Salazar, deu entrada com um pedido de investigação no Ministério Público de Codó contra o vereador Junior Oliveira. O parlamentar é acusado de supostamente ter comprado votos nas eleições de 2016 quando disputava uma vaga no Legislativo codoense.

Arlindo Salazar pede que a Promotoria de Justiça apure as responsabilidades de Junior Oliveira e defina pela cassação de seu mandato e demais medidas necessárias.

O parlamentar é acusado de ter comprado votos de um grupo de pessoas que não tiveram seus nomes divulgados. Em áudio gravado pelo carnavalesco Rui Rey, uma mulher revelou que Junior Oliveira pagou a quantia de R$ 30 por cada voto. A denunciante diz ainda que esteve na casa do então candidato a vereador e no local teria sido acertado os detalhes do pagamento e prometido uma vaga de emprego caso Junior Oliveira conseguisse ser eleito.

No pedido de investigação, Arlindo Salazar afirma que a suposta compra de votos teria influenciado diretamente no resultado da última eleição e que ainda há tempo para que o Ministério Público abra procedimento administrativo e apure as irregularidades cometidas que possam ter maculado o processo eleitoral de 2016.

6 Comentários

  1. Parabens Arlindo, por ter feito a denuncia. O problema e que qualquer coisa que Rui Rey faz e suspeito, pois ele não tem moral, muito enrrolado, sem credibilidade.

  2. Tem rumo. ainda bem que alguém teve coragem de denunciar. Pode tardar…….mas não falha. Se mais gente tivesse coragem de denunciar MP ia ter muito trabalho.

  3. Arlindo não é o suplente do Junior? Kkkk quer dá uma rasteira

  4. Arlindo continua….. como sempre, representante da esquerda falida e sem voto agora quer ganhar no tapetão

  5. Famoso Vagabundo esse aí, merece ser preso ainda tem gente boçal que vota em um cara desse!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!