SEMA realiza primeira etapa do “Projeto Biodigestor: um gás na economia do campo”

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA), em parceria com a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Pesca e AGERP, deram início ao “Projeto Biodigestor: um gás na economia do campo”. 

O biodigestor é uma tecnologia social de baixo custo e perfeitamente adaptável às características socioeconômicas e geográficas do Maranhão, que possibilita a produção e captação de biogás para o uso doméstico a partir do aproveitamento da biomassa oriunda de esterco animal.

“O objetivo do Projeto é reduzir significativamente os impactos ambientais ocasionados pela contaminação do lençol freático por meio da deposição de fezes e urina dos animais, além de evitar a supressão da vegetação nativa do entorno, evitar a emissão de gases gerados pela queima de lenha, além de fortalecer a economia doméstica destas famílias por meio captação do biogás”, ressaltou o secretário Marcelo Coelho. 

Na primeira fase do projeto foram escolhidas duas comunidades no município de Santo Amaro (Laranjeiras e Rio Grande) e duas no município de Serrano (Santo Antônio e Deus Bem Sabe). As quatro comunidades escolhidas seguindo os critérios pré-estabelecidos pelo projeto serão contempladas com cinco biodigestores em cada.

Para o presidente da Associação da Comunidade Quilombola Deus Bem Sabe, João Piedade Filho, o projeto trará um grande passo no desenvolvimento social da comunidade. “No momento que você recebe um gás diretamente no seu fogão e não precisa mais comprar o botijão, se tem um desenvolvimento econômico e social dentro da comunidade. E o esterco que antes ficava acumulado no terreno, agora terá um bom destino”, disse ele.

A próxima etapa do projeto será realizada no mês de junho e contará com capacitação da comunidade para a construção dos primeiros biodigestores. 

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!