Prefeito Francisco Nagib vai encarar mais uma manifestação contra seu governo

A segunda manifestação contra os atos do prefeito Francisco Nagib (PDT) já tem data e horário marcados, a primeira aconteceu na última terça-feira e foi motivada após a exoneração do médico Digeorgio Martins. Desta vez o manifesto será realizado pela categoria de servidores públicos que se reuniram ontem (11) na sede do sindicato para deliberar as atividades que farão parte do manifesto previsto para ser realizado em praça pública. Além disso, os servidores que protestam contra a medida do governo de determinar, por meio de Portaria, que os servidores passem das atuais seis, para oito horas/dia de trabalho nas repartições públicas.

Os servidores também garantem que vão adentrar à Prefeitura e seguir até o gabinete de Francisco Nagib para entregar em mãos cópia do estatuto do Servidor em que assegura as seis horas trabalhadas por dia. Com isso, os sindicalistas alegam que o prefeito teria que sugerir a alteração do Estatuto com a aprovação na Câmara Municipal pelos vereadores. Além de questionar a Portaria da prefeitura, os servidores da área da educação também pretendem saber do gestor o motivo pelo qual não receberam a sobra de um repasse do FUNDEB feito pela União ao município.

Confira abaixo o que escreveu em sua rede social, o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Codó, Antônio Celson Moreira:

 

“Nesta quarta-feira, na assembleia geral do SINDSSERM, os servidores públicos deliberaram por uma manifestação na próxima quarta feira dia 18 de janeiro, às 07:00h da manhã, na praça do Viveiro, próximo a igreja São Sebastião.

O protesto é contra a violação dos direitos dos servidores. Pois o atual governo pretende obrigar a categoria a trabalhar 8 horas, desrespeitando a lei do estatuto do servidor.  Não repassou até agora os 60 por cento do Fundeb aos professores que vieram para o município, da complementação da União”, escreveu.

 

Com informações do correio codoense e alterações do Blog do Marco Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!