Praça de Codó se transformou em um “pântano” e está servindo de criadouro do mosquito Aedes Aegypti

O Blog do Marco Silva recebeu uma foto da Praça Empresário Leone Napoleão de Souza (Praça do chafariz luminoso), que fica localizada no retorno próximo ao Centro de Cultura de Codó.

A praça está totalmente abandonada, o chafariz não funciona mais e a água parada transformou o local é um verdadeiro “pântano”. O lugar também é um perigo para a saúde pública, pois está servindo de um grande criadouro do mosquito Aedes Aegypti, transmissor das doenças zika vírus, dengue, chikungunya e febre amarela.
30 anos de história
A praça foi inaugura com festa pelo ex-prefeito Antônio Joaquim no dia 29 de maio de 1987, e contou com a participação de algumas autoridades do estado do Maranhão, entre eles o senador Edson Lobão. Nesses trinta anos de história a praça ficou conhecida por ser um dos pontos turísticos da cidade de Codó.

Edson Lobão, Antônio Joaquim e demais autoridade inauguram a Praça Empresário Leone Napoleão de Souza em 1987
Andreh Gerude, filho do ex-prefeito Antônio Joaquim, lamentou que a praça inaugurada por seu pai esteja totalmente abandonada pela atual administração do município.
Confira a Nota na Integra:
“Eu venho por meio desta nota mostrar a minha profunda tristeza com a falta de amor ao bem público e o grande descaso com a história da nossa cidade! A praça Leone Napoleão, inaugurada em 1987 pelo então prefeito meu saudoso pai Antônio Joaquim com a presença do senador Lobão, com uma fonte luminosa, hoje se encontra abandonada pelo poder público, uma verdadeira insensibilidade para com o bem público! Gosto de lembrar que as obras não são dos políticos, mas sim da cidade, os prefeitos que entram poderiam manter as obras ou até mesmo melhorar, pois o governante passa e a cidade fica e com ela ficam as benfeitorias!”
Andreh Gerude

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *