Grávida de 9 meses está com uma semana tentando ser atendida no HGM de Codó

Mulheres grávidas estão apreensivas com o atendimento no Hospital Geral Municipal (HGM) de Codó. A cidade está sem médico obstetra desde o início ano, quando começou o governo do prefeito Dr. Zé Francisco (PSD).

Imagem ilustrativa

Na manhã desta segunda-feira (18), o marido de uma jovem de 21 anos, que está com 41 semanas e dois dias de gestação, entrou em contato com o Blog do Marco Silva relatando que sua esposa já está com uma semana tentando ser atendida no HGM.

“Bom dia Marcos Silva, eu e minha esposa estamos a mas de uma semana procurando atendimento no HGM i não somos atendido por conta que na unidade não tem obstetra, minha esposa já está com 9 meses d gestação todas as vezes q vamos lá ela só é examinada por enfermeiras q são todo o tempo com o rosto no celular, o que vai ser de nós codoenses que não temos planos de saúde, que necessitamos da saúde pública, a quantidade de imposto q pagamos não temos direito ao básico isso é um descaso com o cidadão”, reclamou.

O homem, que pediu para não ser identificado, explicou também que sua esposa estava fazendo o pré-natal em um posto de saúde do bairro São Raimundo. No entanto, o atendimento foi suspenso assim que o novo prefeito tomou posse.

“Só que depois do dia primeiro no qual o novo prefeito tomou posse a gente ia lá i não conseguimos ser atendido, por a enfermeira que acompanhava já não frequenta mais”, relatou.

Nenhum representante da Secretaria Municipal de Saúde foi localizado por nossa equipe de reportagem para falar sobre a denúncia.

6 Comentários

  1. Rapaz o que eu acho deprimente é que esses diretores do HGM pai e filho não podem dar um peido que eles mandam para as redes sociais. Agora mostrar a realidade do que está acontecendo eles não mostram. Será que o prefeito não ver que esses caras é só fazer política.

  2. Meu amigo pai da criança, é só ir para Timbiras que o amigo Braúna recebe com todo prazer. Lá não falta obstetra. Esses diretores são zeros a esquerda só querem fazer mídia.

  3. Espero que o governo Zé Francisco seja melhor que o Nagib, mas duas direções para uma “família” não dá certo.

  4. Fico besta com um descaso desse, como pode uma gestante ficar assim sem atendimento. Isso porque o secretário e médico e os diretores são só blogs!!

  5. Se fosse a filha ou alguém importante aparecia médico no vento. Por isso que digo que Zė Francisco está totalmene errado em deixar o Braúna fora da secretaria de saúde. Hoje Timbiras está um brinco!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *