Diretor Luís Henrique dá início a onda de demissões na UPA de Codó

Desde o início do ano, os funcionários contratados da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Codó estão trabalhando assustados com a possibilidade de serem dispensados de seus postos de trabalho após o início da onda de demissões no local.

De acordo com informações extraoficiais, dois porteiros foram demitidos sem justa causa e sem aviso prévio. Os funcionários teriam sido pegos de surpresa com a decisão do diretor Luís Henrique.

Os trabalhadores que foram indicados por políticos que não são ligados ao diretor são os que estão se sentindo mais ameaçados. Informações de bastidores dão conta de que vários outros servidores deverão perder seus empregos no próximo dia.

O diretor, que é casado com uma tia do prefeito de Codó, Francisco Nagib, teria recebido a missão de demitir os que foram indicados por políticos de oposição para acomodar aliados do governo municipal.

O Blog do Marco Silva lamenta e repudia a atitude do diretor Luís Henrique.

6 Comentários

  1. Esse povo não tá nem aí, todos nós que trabalhamos aqui estamos sendo coagidos, é um clima ruim, nunca houve paz desde que esse homem assumiu o comando da upa.

  2. Preparem-se 2020 vem ai e preparem-se não só pra votar como para fiscalizar nas eleições todos nós somos eleitores e fiscais.

  3. A upa nunca mais foi a mesma, não tem mais medicações, humanização w funcionários trabalhando no limite, nós que somos usuário do SUS sentimos o clima pesado que a upa se encontra hoje. É lamentável tudo isso, mais pais de família sem emprego é a onda azul que no povo colocou na prefeitura, tudo isso é culpa do Prefeito.

  4. Quem manda votar nessa corja de incompetentes, esse prefeito vai ficar sozinho nas repartições públicas, 2020 vem aí é a hora da mudança.

  5. Sempre usei a upa desde a sua inauguração, sempre fui bem atendido até esse moço entrar, outro dia fui lá é ouvi os funcionários falando das perseguições que sofrem é da falta de medicação que vai toda para o HGM.
    O pior que ninguém faz nada café a oposição desse prefeito?. 2020 ele sai.

  6. É uma inverdade, os dois funcionários foram demitidos por falta de responsabilidade,como: faltar muito,chegar bebendo , tratar mal pacientes,dormir durante o expediente e etc,e quem demitiu foi a impresa,tanto que um deles trabalhava no presídio e foi demitido pelos os mesmos motivos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!