Vereador pastor Max fala sobre o cronograma de atividades para revisão do Plano Diretor

A prefeitura de Codó continua cumprindo seu cronograma de atividades para a revisão do Plano Diretor. Desde o dia 27 do mês passado reuniões estão sendo realizadas, como a capacitação da equipe de gestão, apresentação pública da agenda e os temas que serão discutidos com a sociedade. Na Trizidela, por exemplo foram discutidos planejamentos para temas como gestão pública, patrimônio histórico e natural, mobilidade urbana e destinação de resíduos sólidos.

Outro encontro aconteceu na Escola Adoaldo Gomes, no bairro São Francisco, que contou com a participação do vereador Pastor Max. Na oportunidade o tema debatido foi o desenvolvimento sócio econômico de Codó. “São temas muito importantes para todas as comunidades e para a sociedade codoense. é um importante instrumento de planejamento estratégico para podermos realizar todas as demandas para o desenvolvimento de nosso município”, explicou o vereador.

Incluindo as demandas das comunidades

O parlamentar aproveitou a oportunidade para falar sobre as demandas dos moradores do bairro São Francisco. “Estamos reivindicando para que as demandas do bairro sejam inclusas no planejamento do governo, como a LDO, LOA e o Plano Diretor, para que possamos atender as suas necessidades, como a questão da drenagem da água e a reurbanização do canal que corta o bairro, principalmente na Vila Biné, onde as pessoas são mais afetadas no período das chuvas”, comentou o edil. Max também pediu pela construção de uma ponte entre as ruas Rio de Janeiro e Rua Nova e a construção do Cemitério Público de Codó.

Outra questão colocada pelo vereador Pastor Max para a inclusão no Plano Diretor foi a demanda por mais vagas em escolas e creches, que aumentou no bairro nos últimos anos. Quanto ao desenvolvimento econômico, tema do encontro, o edil falou que fosse observado as culturas locais e incentivado o cooperativismo, bem como o incentivo ao pequeno empreendedor, utilizando as culturas que são fortes no município, como Pequi e Babaçu e produtos derivados desses frutos.

Esse é o nosso papel como representante do povo na câmara e vamos continuar participando dessas audiências, conversando com os representantes da cada comunidade, procurando saber suas mais importantes demandas e prioridades, para que sejam inclusas no Plano Diretor, que será revisado pela Câmara e aprovado para o bem do povo de Codó”. concluiu o vereador.

Novos encontros para a revisão do Plano Diretor acontecerão em outras comunidades, como nos bairros Codó Novo, Nova Jerusalém, Santo Antônio e comunidades como Santa Rita do Aureliano.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!