SEMA divulga resultado de vistoria no Riacho do Ponte, em Caxias

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) realizou, no dia 27 de maio, uma vistoria ao Riacho do Ponte, no município de Caxias, Estiveram no local, o Secretário de Meio Ambiente, Marcelo Coelho,  o Superintendente de Recursos Hídricos, Raimundo Medeiros, e dos técnicos do Laboratório de Análises Ambientais (LAA/SEMA), acompanhados do Secretário de Agricultura Familiar do Maranhão, Adelmo Soares, vereadores e secretários municipais de meio ambiente da região.
A vistoria ocorreu após a SEMA receber denúncias de que o riacho vem sofrendo com a falta de cuidados da população, que despeja uma grande quantidade de resíduos nas margens do riacho, causando grande degradação ambiental. Portanto, os técnicos do LAA/SEMA coletaram amostras de água em quatro pontos do riacho e da Estação de Tratamento de Água de Caxias, a fim de obter o diagnóstico da real situação deste afluente. Os resultados das análises constataram que, apesar de haver a presença de resíduos sólidos, o riacho possui boas condições de balneabilidade, de acordo com o art. 2º da Resolução CONAMA 274/2000.
Entretanto, os níveis de acidez e de oxigênio dissolvido estão em dissonância com o especificado na resolução CONAMA 357/2000, o que prejudica a fauna e a flora que necessitam do riacho para sua subsistência. Os resultados das análises na Estação de Tratamento de Água do município de Caxias, por sua vez, atendem às resoluções CONAMA 357/2005 e Portaria MS n° 2914/2011.
O Secretário Marcelo Coelho afirmou que “o Governador Flávio Dino tem um grande compromisso com as áreas ambientais e em como preservá-las. Portanto, vamos recuperar o Riacho do Ponte o quanto antes para trazer de volta um importante ponto turístico e de lazer para a cidade de Caxias”.
Então, logo organizou uma reunião técnicos da SEMA e representantes de movimentos que lutam pela preservação do Riacho, onde foram planejados trabalhos de recuperação do mesmo.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *