Saiba o que aconteceu na sessão da Câmara Municipal de Codó em 20/02/2017

A sessão da câmara municipal de Codó-MA, realizada nesta segunda-feira 20/02/2017, transcorreu normalmente, com ato cívico, benção religiosa, com algumas indicações importantes e outras polemicas, desatenção de alguns e discursos eloquentes de outros.

EM TEMPOS DE CARNAVAL VEREADORES LEMBRARAM DAS PASSARELAS

Os Vereadores André Janssen (PSD) e Valdek Frota (PTC) através de uma indicação coletiva solicitaram ao executivo municipal a reforma da passarela sobre o rio Itapecuru que liga o centro da cidade ao Bairro Trizidela.

“Esta obra é de suma importância para o nosso município, principalmente para as pessoas que moram nos Bairros da Trizidela, Bairro São Raimundo e Residencial Zito Rolim, muitos não tem transporte e é através dessa passarela que eles encurtam o caminho e chegam mais rápido às suas residências, esta é uma obra que necessita de urgência porque do jeito que estar coloca em risco a vida das pessoas que passam por ali diariamente, falou o vereador André Janssen”.

Em outra indicação o vereador Valdek Frota (PTC) solicitou a remoção da passarela da avenida 1º de maio que fica próximo a TV Palmeira do Norte para Próximo à estação ferroviária.

“Esta mudança de local da passarela irá dar maior utilidade à mesma, pois no local que se encontra não é utilizada, ali próximo à estação além de atender um grande público, minimizará o índice de acidentes e ainda embelezará o centro da cidade e proporcionará uma vista panorâmica aos seus usuários. Defendeu o Vereador Valdek Frota”.

 A POLEMICA

O vereador Itamar da saúde (PV) fez a indicação polemica da noite. O vereador do PV solicitou envio de correspondência ao Ministério público para fiscalizar os três residenciais de Codó, residencial Santa Rita, residencial da Trizidela e residencial São Pedro, que segundo ele, tem um grande número de casas desocupadas e que estas deverão ser ocupadas pelos suplentes ou que se faça novo sorteio. Segundo o vereador ao que parece, os sorteados que ainda não se mudaram para os imóveis não estão necessitando de moradia. O vereador Chaguinha da Câmera (PCdoB) fez um aparte para corroborar com o colega e questionar o critério de sorteio dos imóveis.

Experiente e operador do direito, o vereador Domingos Reis (PV) fez uma intervenção para apaziguar a situação, jogando a responsabilidade da fiscalização dos imóveis e do critério de sorteio, para o governo federal. No que foi seguido pelo colega vereador delegado Rômulo Vasconcelos (PDT)  que informou de um processo que já transita nesse sentido, de fiscalizar os referidos imóveis. Outro que percebeu a gravidade da indicação foi o também experiente vereador Valdek Frota (PTC), que tratou de apoiar as falas dos colegas Rômulo Vasconcelos e Domingos Reis, que convenceram o Vereador Itamar retirar a indicação da discussão antes que esta fosse colocada em votação.

Moral da historia, antes mesmo de terminar a sessão o burburim estava feito pelos corredores do palácio do legislativo.

GRATA SURPRESA

A exemplo do que aconteceu nas eleições, a grata surpresa ficou por conta da vereadora Cleane do Edson Cobel (DEM), embora ainda tímida, a vereadora do bairro Nova Jerusalém apresentou duas indicações importantes e leu um discurso bem articulado, destacando a sua atuação e da sua equipe de trabalho, no campo e na cidade. Acompanhada de perto pelo maridão, recebeu palavras de reconhecimento dos colegas pelo seu empenho no exercício do mandato. Parabéns…

INDICAÇÃO PARA ATENDER ATÉ OS MORTOS

O vereador Pastor Max (PTdoB), pelo que parece resolveu trabalhar para os mortos, o vereador fez indicação solicitando ao executivo municipal, calçadas e pavimentação nos cemitérios central e do Codó Novo. Na justificativa o vereador falou que sua indicação reflete os anseios da população do entorno dos referidos cemitérios e que também é uma questão de segurança. Em um aparte de uma indicação para pavimentação e iluminação da Rua Porfírio Santos, o vereador disse que quem mora naquela rua tem bons vizinhos que não mechem com ninguém, ou seja os mortos.

ISSO É QUEIMAÇÃO!

Em seu pronunciamento na tribuna Valdek Frota (PTC) aumenta o tom de voz e quebra o gelo visto nos últimos tempos nas sessões da câmera municipal de Codó. O parlamentar insinuou que servidores do município estão jogando o povo contra os vereadores, segundo ele propagando que vereadores estão indicando pessoas para ser contratado através de assinaturas em bilhetinhos. De acordo com vereador isso é mentira e queima os vereadores aliados.

“Na minha casa já foram esta semana três pessoas chorando pedir minha assinatura para arranjar emprego na prefeitura e eu disse pra uma delas – me dê, eu vou provar  que eu não tô mentindo pra você. As pessoas falam que acabam de sair da prefeitura onde as pessoas falam que só terá emprego quem for indicado por um  vereador, que eles precisam da assinatura do vereador, se for apenas pela assinatura de um vereador aí vai a assinatura do Waldeck Frota, dato e assino, porque não tem outra forma de me defender, porque nós fazemos um governo conjunto, mas é preciso que ambas as partes se defenda, é eu defendendo o poder e o poder me defende, caso contrário no final de tudo alguém perde e aí nós não somos irresponsáveis com nós mesmos. É preciso que nós tenhamos esse cuidado, e aí fica este alerta, disse vereador Waldek  Frota”

E MAIS:

O Vereador Itamar da saúde (PV) ressaltou o crescimento no número de afro descendente (negros) na atual legislatura;

O Vereador Domingos Reis fez um pronunciamento longo e confuso, confundiu Haiti com Taiti e foi corrigido por alguém da plenária;

A vereadora Maria Paz (PRP) atribuiu inauguração da Nefroclínica de Codó à passagem do seu marido Claudio Paz, pela secretaria de saúde do município, no governo Zito Rolim;

O vereador delegado Rômulo Vasconcelos (PDT) disse que com a vinda do Tenente Coronel Jurandir para o comando da PM em Codó a segurança pública no município irá melhorar, e se disse um dos responsáveis pelo retorno do comandante ao município;

O vereador Rodrigo Figueiredo (PSDB) questionou a transparência do seletivo para contratação de professores realizado pela secretaria de educação do município;

COMPORTAMENTO

Assiduidade, pontualidade e ética são coisas que alguns vereadores precisam aprender e praticar. Veja o que observamos em apenas um dia de trabalho dos nossos parlamentares: Um vereador novato faltou já 3ª sessão da legislatura, um vereador veterano e três novatos chegaram atrasados, três novatos saíram antes de a sessão terminar (antes do fim dos trabalhos), alguns vereadores ficaram a maioria do tempo no WhatsApp sem dar a mínima para o que os colegas falavam, teve vereador que chegou atrasado e ainda ficou a sessão toda em conversas paralelas com os colegas, inclusive dando a costas para a plenária.

Fonte: http://avozdanegritude.com.br

error: O conteúdo está protegido !!