Professores fazem manifestação na Câmara pedindo que Pastor Max devolva dinheiro que recebeu sem trabalhar

Professores da rede pública municipal de ensino fizeram uma manifestação pacífica e silenciosa contra o vereador Pastor Max, na noite desta terça-feira (1º), na Câmara de Codó.

Segurando três cartazes, os educadores lembraram aos demais edis e público presente que receber dinheiro público sem trabalhar é crime e pedem que o vereador devolva todo o valor que recebeu de forma irregular.

Os professores também pedem a abertura de inquérito por quebra de decoro parlamentar. 

6 Comentários

  1. Caso confirmada a veracidade das informações, o mínimo que esperamos por parte da Câmara é a cassação do mandato.

  2. É ESTA PRAGA AINDA QUER SER PRESIDENTE. VAMOS COLOCA-LO NA GALERIA DOS QUE DESONRARAM O PODER LEGISLATIVO.. CASSAÇÃO DO MANDATO, SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLITICOS POR OITO ANOS E DEVOLUCAO DO DINHEIRO RECEBIDO SEM TRABALHAR. DEPOIS ENVIO DO PROCESSO AO MINISTERIO PUBLICO. LUXO TEM QUE IR PARA O LUXO.

  3. ALELUIA, ALELUIA E ALELUIA.

  4. EU NÃO ACREDITO QUE O PASTOR VAI SER CASSADO PQ OS COLEGA DELE VAI DEFENDER ELE DE UNHAS E DENTES .ELE TEM A MAIORIA NA PARA DEFENDER ESSE TIPO DE SAFADEZA.

  5. Deveria ser preso isso é roubo

  6. E o Vereador ainda usa monômetros de Pastor. Uma desonra aos evangélicos que certamente ajudaram ele a se eleger. Triste isso em Codo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!