Pastor Max recebe salário de R$ 2,4 mil como funcionário de escola mesmo sem trabalhar

O Blog do Marco Silva teve acesso com exclusividade a documentos que comprovam que o vereador reeleito Pastor Max (PDT) recebe um alto salário como funcionário de uma escola pública mesmo sem ir trabalhar.

Contracheques enviados a nossa redação de jornalismo mostram que o vereador recebe mensalmente salário fixo e gratificação como pagamento dos serviços que supostamente presta na Escola Ananias Murad. O vencimento recebido por ele somente em outubro de 2020 foi de R$ 2.449,22. Estranhamente ele repassa mais de R$ 800 para a Associação dos Servidores Públicos Municipais de Codó – ASEPMC – entidade sem fins econômicos e que tem como objetivo representar interesses dos servidores públicos municipais do município de Codó. Veja abaixo

A função exercida por ele na unidade de ensino, como mostra o documento, seria de assistente de administração. O problema é que Pastor Max nunca apareceu na escola para trabalhar.

Outro contracheque mostra que no início do governo de Francisco Nagib, Pastor Max recebia pouco mais de R$ 1.400. A partir de janeiro deste ano, o valor subiu para mais de R$ 2,4 mil. No total, o vereador já recebeu cerca de R$ 80 mil de forma irregular apenas na atual administração.

A prática, segundo nossa fonte, existe há pelo menos oito anos, desde que o vereador foi eleito para seu primeiro mandato em 2012. São 95 meses recebendo o salário normalmente sem trabalhar.

Punições

Caso Pastor Max seja denunciado, o vereador deverá ser condenado pela justiça a ressarcir os cofres públicos por receber o salário de forma indevida.

A legislação brasileira prevê ainda o pagamento de multa a ser calculada em cima do montante (salários) recebido por ele, com correção monetária e juros; perda do cargo público de assistente administrativo do quadro de servidores da Prefeitura de Codó; proibição de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente; e suspensão dos direitos políticos.

Resposta do vereador

Em contato com o Blog do Marco Silva, Pastor Max disse apenas que é assistente administrativo cedido pela Secretaria de Educação.

51 Comentários

  1. Isso é uma vergonha!!!!! É um escândalo!! Chegar a dar nojo um fato desses. Enquanto isso, professores seletivados e contratados lutam para sobreviver e manter suas famílias com um mísero salário que não dá para cobrir as despesas de metade do mês . Deveria era cumprir seu papel fiscalizando o executivo e se mobilizar em prol da categoria para que tivessem seus direitos garantidos por lei como décimo e terço de férias . Faz vista grossa, assim como os demais edis em benefício próprio. Professores que se lasquem!!! Decepcionante!!! Que vergonha.

  2. Olha isso aqui também… Inquérito Civil contra a Câmara Municipal de Codó.

    O objeto do presente inquérito civil fica restrito à apuração de possíveis irregularidades na dispensa de licitação 010/2020 e nos procedimentos licitatórios, pregão presencial 014/2020 e 015/2020, que resultaram nos Contratos no 010/2020, 032/2020 e 033/2020, respectivamente, firmados entre a Câmara Municipal de Codó/MA e empresa E.S.DE LIMA M.E.(Infinity Produções & Serviços);

    Registro no SIMP:

    https://apps.mpma.mp.br/transparencia/simp/detalhe.html?registro=001191-259/2020

    Portaria do IC na página 09:

    https://cdn-0.mpma.mp.br/diario/2062020-09112020.pdf

  3. NA REALIDADE isto é um crime porque ele tem que optar ou pelo que recebe na Câmara ou o que recebe indevidamente na Prefeitura. Caso de perda de mandato de Vereador. Quem ficou calado diante desta irregularidade também tem que ser punido. Um cidadão que se diz Pastor de uma igreja que ele mesmo fundou, que aparece com está carinha de honesto, como Vereador que deveria estar falando pelo cumprimento da Lei, comete crimes deste tipo, deveria devolver tudo que recebeu ilegalmente e ir pra cadeia. A terrível herança da Administração Zito Rolim está espelhada nestas partidárias todas praticadas e incentivadas pelo dito cujo. VAMOS colocar os podres desta administração pra fora. Cassação de mandato já.

  4. ABRIRAM A FOSSA DA SAFADEZA CAMUFLADA, AGORA VÃO TER WUE AGUENTAR TODA A PODRIDAO QUE ESTÁ VINDO AÍ. CHEGOU A HORA DA LIMPEZA ZE FRANCISCO. VAMOS VER SE VOCE É HOMEM SUFICIENTE PRA ISSO OU VAI FAZER AS MESMAS SAFADEZAS. ESTAM9S DE OLHO.

  5. Esse ai de besta nao tem nada, so a cara de santo, caladinho todo tempo, e o prefeito sabendo disso e aceitou e outro falso moralista que nao valorizou os profissionais e aceita isso, nao vai ganhar nhem pra presidente de bairro mas aqui em codo.

  6. COISAS QUE INCOMOFAM:
    AO LER ESTE FESTIVAL DE IRREGULARIDADRS PROMOVIDA POR QUEM FOI ELEIRO PARA REPRESENTAR A POPULACAO E PRINCIPALMENTE FISCALIXAR O PREFEITO E SUA ADMINISTRACAO, NOS DEIXA ENOJADOS É COM A CERTEZA DE QUE OUTRAD COISAS AINDA CIRAO A TONA. SO TEMOS A PONTA DO ICEBETG. PRA BAIXO TEM COISA MUITO PIOR. CONTINUEM A INVESTIGAR.

  7. Onde tá o erro, caro blogueiro????? não entendí.

  8. O vereador Max é concursado pra quem não sabe.

    • Tbm sou concursado, mas todo dia tou lá trabalhando e produzindo. Max tem se sustentado na política se utilizando de todos os tipos de artimanhas. Espero que tenha acabado agora com Zé Francisco.

    • Ele é concursado mas não tem o direito de acumular cargo, além do mais recebendo um salário superior ao que está previsto na tabela de auxiliar administrativo, me admiro muito vc se identificar como conhecedor da Lei e defender uma prática ilegal e imoral como essa…

    • Bom dia,

      Concursado, não lhe dá o direito de receber proventos sem trabalhar. Ainda mais com função gratificada. Se queria ficar sem trabalhar que abrisse mão dos proventos. Tirasse licença para exercer o mandato de parlamentar.

  9. Um cara que era pra dar exemplo faz isso, ê pastor eu tinha era vergonha de ser pastor.

  10. Santa ignorância. Animais, ele tá recebendo SEM TRABALHAR, esse é o problema!!! pqp……Esse vereador de me… é corre… até a alma, era pra dá exemplo e tá fazendo tudo ao errado.

  11. A partir de o momento que um funcionário público efetivo é nomeado , ele ganha seu salário e o encetivo, que é lógico que seu salário vai ficar maior , no caso do pastor Max se ele estava nessa escola trabalhando os dois turnos como antes é claro que ele vai ter o encetivo em cima do seu salário por conta dos dois turnos e se ele se afastou devido a sua candidatura e foi ele, tem os procedimentos pra isso , esses blogueiros antes de publicar uma notícia seriam ter mais , para que assim a pessoa afeta não venha ser desmoralizada .e outro detalhe ele pode sim ficar recebendo pelos dois tanto funcionário público como vereador . O afastamento pode ser sim remunerado, pelo fato dele ser efetivo.

    • Onde está escrito que vereador pode receber salário de servidor, uma vez que ele não trabalha?

    • Boa tarde,

      O problema querida é porque ele nunca mais deu uma hora de expediente. Imagina dois turnos. Se apontaram no resumo de frequência, errou também a direção da escola. Não trabalha lá. Nunca mais trabalhou depois que se elegeu ao primeiro mandato em 2012.

  12. Quando em 2018 que eu fui lá e disse que ele seria um Pastor Corrupto o cara mete processo em mim, conta 40 salários mínimos e se diz ofendido. Calma aí, infelizmente o advogado que estava me acompanhando achei que deixou a desejar e daí tive que fazer uma retratação. Se o cara usa a publicidade de pastor em política porque eu não poderia usar pra fazer uma crítica ? Codó é uma cidade de muro baixo mesmo, e com está corja que tá no governo aí é que ficou tudo bem pior mesmo. A esperança é que o Dr Zé Francisco e seus secretários façam uma boa administração e a nossa cidade possa respirar. O cara ainda não tem vergonha na cara de mentir, agora você pode processar novamente pastor, aguardo um novo processo. O babão dele que era o Vicente foi atrás de todas as informações minha pra anexar no processo, depois levou o famoso pé na bunda kkkkkkkk.

  13. Felicidade, que tal mudar o nome do perfil para inocência?

  14. Eu também sou concursado, mas nem por isso tenho o direito de receber sem trabalhar

  15. Se for concursado, tem quem exercer a funçao trabalhando, nao só recebendo sem prestar serviços.

  16. Ainda recebe FG-4 ( cargo comissionado) e quando os professores entraram na justiça para receber 45 dias de férias, pq a prefeitura só paga 30 dias. Estudam para remunerar o pagamento e não eram adicionado por alegação da prefeitura que a folha estava inchada.

  17. Isso é uma grande vergonha dentro de Codó. Tanto para o Nagib que apaio isso i esse pasto Max Sá… que aceita. Ele é um Sá… lad… só isso. Só pensa em ganhar dinheiro sem fazer nada é as custas dos outros. Tanta gente querendo emprego e eles não dão tantos professores ganhando mau é por causa de gente safada igual a ele Codó tá cheio. O povo sabe ainda voto nele SAF.. isso não tem nada de pasto

  18. Se buscar alguns advogados que recebem como professor e nunca ministraram uma aula que recebem seus salários pra ficar em casa

  19. Parece que os fariseus continua entre nós. O Pastor (hipócrita), não é um homem da lei de Deus? Deveria dar exemplo para os seguidores? Parece que não, usa seu status em beneficio próprio, coitados dos fieis manipulados. Olha pessoal, não entrem nessa, não se enganar, não podemos misturar religião com politica, os religiosos que entram na politica desconfie dele, pq ele está querendo te usar em beneficio próprio. Pq se ele quisesse ajudar o próximo poderia fazer como religioso, mais de que como politico.

    • Rapaz, ele não tem nenhum cargo na igreja. A igreja que ele é membro não responde por ele. Todos são livres. A igreja tem um pastor que não é o Max. Ele usa esse nome para conquistar votos dos evangélicos, mas sem permissão do pastor da igreja. Só esclarecendo.

  20. Emilio Mato, exemplo, onde vc viram ele trabalhando????, quer mais vou colocar um bando aqui. e recebe.

  21. ia me esquecendo, eleitores do zé francisco, não podem falar de safadeza. Cuidado pra não serem pego de novo roubando as merendas e medicamentos do municipio. só pra não esquecerem.

  22. Enojada com esses comentários. Vergonha mesmo é julgarmos sem nem ao menos tirar a trave dos olhos!, vi ódio, raiva, cólera, injúrias nesses comentários, e é lamentável que uma ferramenta de notícia pode gerar tanto ódio entre as pessoas, antes de julgar procure ouvir o outro lado, é muito bom sermos justos com as pessoas, esse tipo de comentário vira feridas incuráveis

  23. É LEI NÃO SOU EU QUE ESTOU DIZENDO, SIMPLESMENTE ESSAS PESSOAS QUE ESTÃO POR TRÁS DISSO É QUE QUEREM SE APROVEITAR DA INTEGRIDADE DESSE GRANDE HOMEM QUE É O PASTOR MAX.

  24. Qualquer cidadão poderá pleitear determinados mandatos políticos, mediante eleição popular
    podendo cumulá-lo com outro cargo público, desde que observadas as prescrições
    constitucionais.

  25. Qualquer cidadão poderá pleitear determinados mandatos políticos, mediante eleição popular
    podendo cumulá-lo com outro cargo público, desde que observadas as prescrições
    constitucionais. Procurem se informar melhor antes de saírem postando asneiras.

  26. Se de fato essa alegação for verídica, qualquer cidadão codoense pode levar (anonimamente se desejar) a promotoria com provas para a mesma abrir investigação.

  27. E UM PASTOR OU UM JUDAS
    Esse tem moral de falar de fracatua

  28. O problema do vereador não é acumular os dois cargos, ele pode acumular, o problema é não dá expediente onde está lotado, todo servidor seja concursado ou não tem o dever de estar no local de trabalho diariamente.
    Se ele ficou sem dá expediente somente os três meses anteriores às eleições ele também pode ficar afastado, salvo engano, o afastamento é para que o candidato não use o poder público em benefício próprio na campanha,, agora se ele passou todos esses anos, como colocaram na matéria, sem dar expediente, é inaceitável, enquanto quase todos os outros servidores permanecem com salário base e tendo que dar expediente e às vezes sob coação de quem está na chefia…., seria bom que os meios de comunicação deixassem em aberto e o convidassem para se explicar, se é que tem explicação, mais ele deve ser ouvido, eu tenho dificuldade em acreditar que o servidor tenha feito isso e o pior sob a proteção dos superiores hierárquicos, lamentável.
    O servidor deve separar o trabalho dele de política, quando as duas coisas passam a caminhar junto é um grande passo pra muita coisa incorreta.

  29. Vejo aqui que tem muita gente querendo ser inteligente fazendo o desfavor de comentar tendeciosamente. O Blog está de parabéns, a matéria realmente fundamenta-se na Constituição, embora alguns nem saibam o que é isso infelizmente. Vou citar aqui pra deixar bem claro: “O art.38, III, da Constituição, já transcrito neste parecer, permite a acumulação remunerada de cargo, emprego ou função, com o mandato eletivo de vereador, havendo compatibilidade de horário. O art. 37, XVI, veda a acumulação remunerada de cargos públicos.” Ou seja só é permitida a remuneração acumulada em caso de compatibilidade de horário, ou seja ele deve exercer as duas funções, se ele não aparece pra trabalhar é obvio que deve optar por somente a remuneração do cargo que exerce, logo o de parlamentar. Quando forem ler algo, leiam completamente. Até…

    • Quintel,siim,ele deve optar por somente umas das remuneraçoes maas, ele nunca pisou na escola esse tempo todo.E pq recebe este salario?Eis aì a prova,o contracheque e quem trabalha há muito tempo na escola sabe q ele naonpisa lá.Mas Codó,tufo pode,né?Vice prefeito que foi secretario de Educacao…Delegado que é vereador…INVESTIGUEM O DELEGADO TAMBEM! MAS O PROFESSOR NAO PODE ACUMULAR CARGO QIE TODOS OS PERSEGUEM!!!LAMENTÁVEL.

      • Acredito que você está mal informada, o delegado que exerce função de vereador na cidade de Codó recebe remuneração justamente porque ele atua nas duas funções, neste caso é totalmente legal

    • Falou muito, mas não falou nada…

      A questão se resume, de acordo com o blogueiro, ao recebimento do salário de ASSISTENTE ADMINISTRATIVO sem trabalhar.

      Sendo confirmada a veracidade da informação, a Câmara deverá abrir um processo de cassação do mandato do vereador, no mínimo, por quebra de decoro parlamentar.

  30. LUGAR DE DESONESTO E CORRUPTO É NA CADEIA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!