Padrasto da menina de 10 anos desaparecida é procurado pela polícia

O padrasto da menina Alanna Ludmila Borges Pereira, de 10 anos, identificado como Robert Serejo Oliveira, de 32 anos, é procurado pela polícia maranhense.
Robert está desaparecido desde quarta-feira (1º), quando a mãe de Alanna, Jaciene Borges Pereira, chegou em casa, no Maiobão (Paço do Lumiar), por volta das às 15h, e não encontrou a garotinha, que havia deixado sozinha, enquanto fazia uma entrevista de emprego.
O desaparecimento de Alana está causando grande comoção entre familiares e amigos da família, que fazem uma espécie de vigília na casa em que a menina morava, na Avenida Oito (Maiobão).
Uma mochila cor-de-rosa, com pertences da menina (uma agenda e uma calcinha) foi encontrada pela polícia no bairro Upaon-Açu.
Em entrevista a’O INFORMANTE, o coronel Aritanã Lisboa, comandante do CPAM-2 (Comando de Policiamento de Área Metropolitano 2), disse que a mãe da garotinha, Jaciane Pereira, relatou desconfiança sobre supostos atos de abuso do padrasto em relação à menina.
A mãe disse que saiu para uma entrevista de emprego às 9h, e, como a entrevista demorou, só retornou por volta de 15h, não encontrando a filha em casa. Ela explicou que Alanna havia ficado sozinha, trancada, mas que deixou uma chave reserva, que estava ao alcance da menina.
“Deixei ela trancada porque a casa tem grade na frente e nos fundos, mas ela ficou uma chave reserva. Acredito que ela pegou essa chave e abriu a porta para alguém conhecido, porque sempre orientei a Alanna para não abrir porta para estranhos”, diz a mãe num áudio divulgado na internet.
 Alanna Ludmila é filha de um cadete do Corpo de Bombeiros do Maranhão.
Além da PM, policiais civis, sob a coordenação do delegado Henrique Mesquita (área Leste), também estão envolvidos na busca à garotinha.
Quaisquer informações sobre o paradeiro da menina Alanna Ludmila podem ser repassada para o Ciops, por meio do 190, ou para o telefone 9 8315-9170.

Com informações do site O Informante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *