Mulher mata marido a facadas após sofrer agressão por 12 anos

Mulher alega que sofria constantes agressões do marido (Foto: divulgação)

Um homem foi morto a facadas pela mulher em Valparaíso (GO) na noite do último domingo (17/6) após uma briga entre o casal. Com dois golpes, uma na altura do peito e outro nas costas, Dayane Cardoso da Silva, 32 anos, esfaqueou Francisco Carlos Ferreira dos Santos, 34, que morreu momentos após ser socorrido. O casal tem dois filhos, de 12 e de 10 anos.

A Polícia Civil de Goiás (PCGO) informou que, segundo versão de Dayane, o casal começou uma discussão e no momento em que Francisco agrediu a mulher. A filha estava no local e foi tirar satisfação com o pai, que teria começado a enforcar a menina. No mesmo instante, Dayane pegou uma faca e golpeou o homem. Ao ver que o marido estava sangrando, foi pedir ajuda. 

Crime aconteceu dentro da casa do casal (Foto: divulgação)

Francisco foi levado ao Hospital do Céu Azul e Dayane estava andando pela rua quando foi abordada pela Polícia Militar e levada à 2ª Delegacia do Valparaíso, que investiga o crime em sigilo. Durante o registro do boletim de ocorrência os agentes receberam a informação de que Francisco havia falecido.

Ainda de acordo com a Polícia Civil do estado, a mulher disse que convivia com Francisco há 18 anos e que há 12 vinha sofrendo agressões físicas. Os dois são naturais do município de Codó, no Estado do Maranhão, e se conheceram quando ela tinha apenas 14 anos, e começaram a viver juntos. 

A mulher admitiu que nunca denunciou as agressões por medo de Francisco e para não deixar os filhos serem criados sem a presença do pai. Nenhum dos dois tinha passagem pela polícia. Dayane responderá por homicídio qualificado.

O Conselho Tutelar de Valparaíso ficará responsável pelas crianças. O Correio tentou entrar em contato com a instituição para saber se já foram localizados parentes dos irmãos, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem.

Com informações do site Correio Braziliense

7 Comentários

  1. Blog do Marcos Silva essas são a versão dela mais nem tudo é verdade sou irmão dele ela planejou a morte dele falava pra nois que um dia irria matar ele Hoje vai ter o depoimento do filho dela de 10 anos ele sabe de tudo essa reportagem não é veritica…

  2. verdade essa é a versão dela pra justificar a morte dele que segundo os familiares ela já dizia a muito tempo que ia matar ele

  3. É FUNDAMENTAL FUNDAMENTAR SUAS POSTAGENS EM ALGO CONCRETO, MARCOS SILVA.

  4. Quem conhece bem a história sabe que ele amava essa mulher. E também sabe quem ela era para não acreditar nessa versão que ela está dando para se defender. Agora é muito fácil acusar um homem que fez tudo por ela. E ainda que eles tivessem problemas supostamente, Pq ela não o denunciou para a polícia. Ela se achou no direito de matá-lo. E depois diz na entrevista que o amava. Só um cego que não quer ver. E os vizinhos São testemunhas dos comportamentos dela. E a família também conhece bem a realidade dos fatos. Simplesmente estão a denegrir a imagem dele, mas infelizmente ele já não pode se defender. Mas ele tem familia e ela pagará diante da justiça pelo fez.

  5. Eu sou irmão dele estou revoltado por isso , o fato é que ela já está planejando martá-lo a bom tempo , quem conhece saber como era o relacionamento do Casal mais isso não justifica a morte dele ! Dessa forma brutal isso abalou tuda a família e amigos , apesar de tudo ele era um bom pai é um bom marido para ela fazia de tudo para ela esse é o amor que ela disse que amava ele ! Só sei que sim amava e deu sua por ela achegar á esse ponto de ela matar ele em momento nenhum pensou nos seus filhos !! Nóis da família estamos revoltado com o acontecido !!!!

  6. Foram meus vizinhos isso k ela fala tudo mentira ele não era esse monstro agressivo k tá falando era um bom homem é louco por ela fazia tudo pra fazer ela feliz já ela pisava bastante ele,os vizinhos da rua onde morou sabem disso se perguntar p cada um todos vão dizer a mesma coisa,era um amigo pra todos e um bom vizinho.

  7. Horrível esse reportagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!