Lobão, um exemplo maranhense da falência política brasileira

Alvo de quatro inquéritos na Lava Jato, o senador maranhense Edison Lobão (MDB) aparece em levantamento realizado pela Revista IstoÉ entre os políticos do Senado brasileiro que “sintetizam a decadência política nacional”.

De acordo com o levantamento, Lobão entra na cota dos senadores que possuem pendência judicial. Edison Lobão é um dos 49 parlamentares da Câmara Alta que responde por crimes de corrupção, delito preferido dos senadores, segundo IstoÉ.

Lobão é acusado de receber dinheiro desviado de contratos da construção da usina de Belo Monte a Lobão, quando era ministro de Minas e Energia, entre 2008 e 2015, durante os governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, ambos do PT. Ele também é investigado pela Operação Lava Jato pelo recebimento de propina para a construção da usina de Angra 3.

Além disso, delatores do esquema de corrupção na Petrobras afirmaram que Lobão, também quando era ministro, arquitetou a entrega de 2 milhões de reais a Roseana Sarney para sua campanha ao Governo do Maranhão em 2010.

Como a grande maioria dos senadores, Lobão se esconde atrás do foro privilegiado e os processos abertos contra ele caminham a passos de tartaruga.

Apesar dos escândalos, Lobão tenta renovar o mandato no Senado em 2018 na chapa do clã Sarney.

Com informações do site Amazonia e Maranhão da Gente.

2 Comentários

  1. Lobão, lobão belo monte te espera.

  2. Vamos tirar o colarinho branco de parlamentar desse infeliz e manda ele pra PF em Curitiba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *