Gravação do especial da Record tem convidadas barradas, briga e presença da polícia

Todo ano algo novo e polêmico acontece na gravação do especial Família Record, onde os apresentadores, atores e jornalistas se reúnem para a famosa troca de presentes. Esse ano a apresentação ficará por conta de Fábio Porchat e Sabrina Sato.
De acordo com informações do site do jornalista Daniel Castro, o primeiro dia de gravação – nesta terça-feira (12/12) – gerou um grande alvoroço nos estúdios do canal paulista na Barra Funda. Até a polícia foi chamada para solucionar o caso.
Várias caravanistas, responsáveis por encher os programas do canal, foram convidadas a sentarem na plateia. Seria uma forma de retribuir todo a dedicação que elas tiveram durante todo o ano. Porém, algumas foram barradas e não conseguiram assistir a gravação.
A Record informa que o estúdio onde foram realizadas as primeiras gravações suportava apenas 180 pessoas e o número de convidados acabou ultrapassando, fazendo que com que alguns ficassem do lado de fora por questão de segurança.
“Tem umas que levam panetone, presentes de fim de ano, e puderam entrar. As quer não têm tanta intimidade ficaram de fora”, revelou uma fonte ao site. As convidadas barradas resolveram chamar a polícia diante do tumulto. Agressões, empurra empurra e gritariam tomaram conta do local.
Elas também acusam dois funcionários do canal de maus-tratos e exposição ao ridículo. Prometeram processar a Record pelo ocorrido. A assessoria informa que as pessoas barradas poderão assistir ao segundo dia de gravação do especial, que será exibido nos dias 19 e 21 de dezembro.

Com informações do site O TV FOCO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!