Expedito Carneiro não paga o decimo e servidores prometem denunciá-lo a polícia

Os servidores da Câmara Municipal de Codó estão indignados com a falta de pagamento do 13º salário. O benefício está previsto na Constituição Federal como gratificação natalina. De acordo com a lei 4.749/1965, o pagamento da primeira parcela do 13.º deve ser realizado pelo empregador até o dia 30 de novembro. Já a segunda parcela precisa ser depositada até o dia 20 de dezembro.
O Blog do Marco Silva recebeu várias denúncias de que o presidente Expedito Carneiro não efetuou o pagamento do décimo. Os denunciantes informaram que a primeira parcela do benefício foi paga no mês de julho, no entanto a segunda parcela não foi paga no prazo determinado pela lei.
Uma das mensagens que nos foi enviada revela que todos os funcionários da Câmara pretendem registrar um Boletim de Ocorrência na Delegacia Regional de Polícia Civil.
(…) para onde foi o dinheiro da segunda parcela presidente? Será mais um processo nas suas costas! Todos os funcionários irão à delegacia registrar um Boletim de Ocorrência. Será que os funcionários que trabalham com você na Câmara não receberam? Iremos descobrir! Se prepare”, revelava a mensagem de uma funcionária da Câmara.
Na sexta-feira (22) entramos em contato com o presidente Expedito Carneiro que havia prometido nos enviar uma nota explicando o motivo de não ter realizado o pagamento do décimo, no entanto isso não aconteceu até o fechamento desta matéria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!