DENÚNCIA: UPA de Codó se recusa a atender criança de 7 anos

Um codoense, que não quis se identificar, ligou agora a pouco para o programa A Voz do Povo, da rádio Eldorado AM, para denunciar que a UPA de Codó se recusou a atender sua filha, de apenas 07 anos de idade. Ele relata que a criança estava tossindo muito e com dores no peito.

“E ontem eu levei a minha filha que estava reclamando, tossindo muito e com dores no peito. Então eu levei ela na UPA ontem e fui atendido por uma enfermeira, logo no rol de entrada, e eu falei pra ela, relatei pra ela, que minha filha estava se reclamando que estava com dores no peito muito forte. E a moça pegou e disse que lá não podia mais fazer esse tipo de atendimento não, porque ela estava só tossindo, então ela me deu encaminhamento para que eu procurasse um posto de saúde (…)”, relatou.

Ouça o áudio:

Esse tipo de atendimento que foi negado a uma criança de apenas 7 anos de idade era bastante comum na UPA. No entanto o novo diretor da Unidade, Luís Henrique, acha que não deve mais ser feito no local.

A gravação do áudio foi feita pelo jornalista Wellyngthon Sampaio. Agradecemos a gentileza de ter cedido ao nosso blog.

2 Comentários

  1. Daí você tem que chegar no posto 5:40 pra conseguir uma consulta com o clinico (a) geral, isso se o posto do seu bairro tiver médico certo ?

  2. Fora que é crime negar atendimento de saúde .. com o consta no código penal no artigo 135. Mas esquecendo a lei, vamos ser mais humanos . Um pai e uma mãe vai atrás da Upa, pois estão confiando a saúde da sua criança , e de repente , por ordem da supervisão, tomam um balde de água fria . Onde vamos chegar?????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!