Caminhada contra Bolsonaro reúne mais de 5 mil pessoas em Teresina

A Avenida Frei Serafim, em Teresina, foi palco de uma manifestação neste sábado (29) contra o candidato à presidência da república, Jair Bolsonaro (PSL). O ato, que teve concentração na Praça da Liberdade, reuniu mais de 5 mil pessoas, de acordo com a organização do movimento.

A caminhada, intitulada “Mulheres Contra Bolsonaro”, saiu da praça por volta das 17h30 em direção a via, finalizando no espaço Francisco das Chagas Júnior, localizado embaixo da ponte Juscelino Kubitschek. Um trio do  Sindicato das(os) Servidoras(es) Públicas(os) Municipais (Sindserm) ajudou durante a manifestação, recebendo a presença de alguns representantes emitindo palavras de ordem e manifestando contra discurso de ódio.

Muitas famílias também participaram da iniciativa dando apoio ao movimento. “O ato é importante para reafirmar as lutas dos movimentos sociais e mostrar que o povo está cansando, que não quer retrocesso social. Somos a favor da democracia”, relata o universitário Claudean Araújo.

Um homem que emite discurso de ódio, preconceito, machismo e homofobia é um desrespeito a tudo que já conquistamos. Por isso sou a favor do #EleNunca”, afirma a pedagoga Genayra Calassa.

O ato foi pacífico e os manifestantes permitiram a passagem dos veículos em um trecho da via.

Manifestantes pró-Bolsonaro

No mesmo dia, manifestantes realizaram uma carreata a favor da candidatura de Bolsonaro. A concentração ocorreu na Avenida Marechal Castelo Branco e os manifestantes seguiram pela Duque de Caxias  em direção ao bairro Mocambinho, zona Norte da capital.

Para os apoiadores, o candidato defende a família e a pátria.

Com informações de  (PIAUÍ AGORA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *