Agnaldo Timóteo surpreende e revela que já se relacionou com homens

Agnaldo Timóteo é o homenageado do documentário “Eu, Pecador”, que será exibido na Mostra de Cinema de São Paulo nos dias 27, 28 e 29 de outubro e 1º de novembro. Na obra, fica claro que Timóteo vai além de rótulos e definições. E sempre travou uma luta interna contra os próprios desejos.
O cantor assumiu ter vivido relacionamentos com homens. Além de título do filme, “Eu, pecador” é título de uma música lançada por Agnaldo em 1977. A composição, assinada pelo cantor, indica um sentimento de culpa por conta de sua orientação sexual.
Dirigido por Nelson Hoineff, o filme conta a história do homem que ganhou fama como cantor e, depois, trilhou a carreira na política. As filmagens aconteceram em 2016, durante a campanha de Timóteo para o cargo de vereador do Rio de Janeiro.
Vale lembrar que já existiam suspeitas de que Agnaldo teria se relacionado com pessoas do mesmo sexo.  Ficou muito popular a cena em que Agnaldo Timóteo é “tirado do armário” sem querer por Felipeh Campos em uma participação no programa Superpop, na Rede TV, em 2011.
Na ocasião, o colunista disse que, assim como ele, o cantor seria homossexual assumido. No que prontamente o músico rebateu, até com certa impaciência: “Não, não. Não sou não. Nem assumido, nem desassumido. Apenas Agnaldo Timóteo”.

Com informações do site O Tv Foco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *