A farsa chamada Programa Cartão Transporte Universitário

O Programa Cartão Transporte Universitário é considerado o mais importante da Secretaria de Estado Extraordinária da Juventude (Seejuv). Foi criado por Flávio Dino após ser pressionado pelos estudantes universitários de Codó.

No dia 26 de julho de 2017, o governador anunciou que ajudaria os estudantes codoenses que se deslocavam diariamente para a cidade de Caxias. No entanto quando foi divulgado o edital os universitários da cidade descobriram que o auxílio contemplaria apenas mil estudantes de todo o Maranhão e não somente de Codó.

Com cerca de 500 alunos estudando em Caxias, era praticamente impossível todos serem contemplados. E foi exatamente isso o que aconteceu, pouco mais de 200 universitários codoenses conseguiram receber a ajuda. Foi grande a decepção daqueles que não obtiveram o benefício, pois os estudantes de Codó pagam R$ 330 por mês para se deslocarem até Caxias em busca da formação superior.

Somente no primeiro semestre deste ano mais de 3 mil maranhenses se inscreveram em busca de conseguir uma das 950 vagas disponibilizadas para a primeira metade de 2018.

A farsa

Ao contemplar apenas 1/3 dos estudantes universitários que precisam percorrer longas distancias até as universidades, o Governo do Estado obteve pelo menos dois benefícios: enfraquecer a classe universitária e ao mesmo tempo usa-los como marionetes em suas propagadas.

Flávio Dino ganhou muito com esse programa medíocre e eleitoreiro, pois a mídia do governo do Estado conseguiu passar para a população maranhense a impressão de que todos os estudantes universitários estavam sendo ajudados.

Em ano de eleição podemos afirmar que o Programa Cartão Transporte Universitário foi uma grande jogada política do Governador Flávio Dino e seus aliados.

Por Marco Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!