Pai de enfermeira codoense perde a vida devido à falta de estrutura do HGM

A população do município tem sofrido com a situação caótica em que se encontra a saúde de Codó. Falta de medicamentos, médicos e equipamentos, tem resultado em uma série de reclamações daqueles que buscam atendimento no Hospital Geral Municipal (HGM). Com dois meses administrando o município, o prefeito Francisco Nagib, não parece se preocupar com o problema.

O descaso do jovem gestor tem feito muitas vítimas. Foi o que aconteceu com o pai de uma enfermeira codoense, que perdeu a vida no último domingo (26), devido a negligencia da autoridade maior do município em oferecer uma saúde de excelência aos habitantes da cidade que administra.

O relato triste e emocionante da jovem, postada nas redes sociais, mostra que os codoenses devem rezar todos os dias para não precisarem recorrer ao atendimento do HGM, que é tido como um dos maiores hospitais do Maranhão, mas que está totalmente desestruturado e sem as mínimas condições de atender a população de Codó. Veja: