CORONAVÍRUS: prefeito de Santa Rita deverá ser preso por descumprir decreto estadual

Através de decreto publicado neste final de semana, o prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, autoriza a reabertura de todo o comércio local do município. A medida, que começa a valer a partir da próxima segunda-feira (30), pode trazer sérias consequências para Hilton e os empresários que seguirem sua determinação. Acontece que o governador Flávio Dino publicou um decreto, no dia 21 de março, suspendendo por 15 dias atividades e serviços não essenciais em todo o Maranhão, a exemplo de academias, shopping center, cinemas, teatros, bares, restaurantes, lanchonetes, centros comerciais, lojas e similares.

Na sexta-feira (27), o Procurador-geral de Justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, recomendou que os prefeitos maranhenses sigam as normas federais e estaduais que uniformizam as medidas de prevenção ao Covid-19. Quem descumprir poderá ser penalizado com detenção de um mês a um ano, além de multa.

A autorização assinada pelo prefeito de Santa Rita vai de encontro ao que foi determinado pelo Governo do Maranhão. Desta forma, Hilton Gonçalo poderá ser o primeiro cidadão brasileiro a ser preso por descumprir uma medida que visa combater a propagação do novo coronavírus. Comerciantes que seguirem o decreto municipal também poderão sofrer a mesma punição. Vamos aguardar a atitude dos empresários do município e do Procurador Luiz Gonzaga.

2 Comentários

  1. O prefeito tá certo tem que funcionar, mais grave do que este vírus e o efeito colateral do desemprego em massa que está acontecendo, e ainda mais estes governadores não tem um pingo de responsabilidade ele não estão preocupados com vida de ninguém, se preocupado eles realmente estivesse o carnaval não tinha acontecido ou seja desde novembro o vírus já circulava no Brasil, mais porque o carnaval gerar muito dinheiro e pros estados não proibiram, o que acontece hoje e um jogo político destes governadores pra derrubar o presidente e tb a economia do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!