Zé Francisco abandona sua fidelidade ao PT para se filiar ao PSD da família Sarney

Após anos de fidelidade ao Partido dos Trabalhadores, o pré-candidato Dr. Zé Francisco resolveu abandonar todas as suas “convicções políticas” e se filiar ao PSD, partido que no Maranhão é comandado pelo deputado federal Edilázio Júnior, genro de Nelma Sarney e de Ronald Sarney, que é irmão do ex-presidente José Sarney. A confirmação da mudança foi feita um dia antes de 04 de abril, data limite para a mudança de partidos.

Depois de conseguir na justiça eleitoral o direito de se candidatar, Zé Francisco, obcecado por chegar a prefeitura de Codó, largou o antigo casamento com o PT. A decisão não causou tanta surpresa no meio político codoense, pois todos comentavam nos bastidores que o médico não teria mesmo mais espaço no partido, do qual era presidente municipal e que chegou a ser suplente de deputado federal pela legenda.

Apesar de ainda não ter se reportado a imprensa para maiores explicações sobre sua decisão, alguns blogs já publicaram que o médico temia que a direção estadual de seu partido o obrigasse a aderir ao grupo de Francisco Nagib. O PT é um importante aliado do governador Flávio Dino, que mantém uma estreita ligação com o atual prefeito de Codó.

No entanto, a troca de legenda e a repentina mudança em sua filosofia político-partidária pode ter sido um tiro no pé por parte de Zé Francisco, que agora terá que explicar essa complicada e intrigante mudança de opinião, pois não só era um tradicional aliado das causas defendidas pelo Partido dos Trabalhadores, mas como também um ferrenho crítico a tudo que fosse ligado a oligarquia da família Sarney.

5 Comentários

  1. Analisando a situação política em Codó, observo duas coisas. Primeiro, se Zé Francisco ficasse no PT que é um partido ligado ao Governador, certamente, seria boicotado. Segundo, todos nós já sabemos que não existe mais o grupo Sarney, eles foram extirpados da política maranhense e brasileira. Disto isto, acuso o blogueiro de querer polemizar para aumentar os acessos ao seu blog.

    • Aonde fica a ideologia política e principalmente a ideologia pessoal.

      O cara sair da esquerda radical para a direita não é estranho ?

      • Desde quando que o PSD é de direita?
        Até onde sei, o PSD defende em seu estatuto a Social Democracia, ou seja, são de esquerda moderada.

  2. Podem é mudar de partidos quem vai ser eleito é um rapaz do Codó novo

  3. Simples: Existem cerca de 27.000 eleitores em Codó que não votam no PT nem amarrados e com uma arma na cabeça, um número muito alto para se ignorar, diante disso era um erro permanecer no PT, que por acaso pretende apoiar Francisco Nagib em 2022, então é impossível ele ter dado um tiro no pé, pelo contrário, ele encontrou uma saída de mestre para dois problemas de uma vez só.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *