Vereadores se articulam para cassar o mandato do presidente Expedito Carneiro

O clima não está nada favorável para o presidente da Câmara Municipal de Codó, Expedito Carneiro. Alguns vereadores estão se articulando para cassar o mandado de Expedito e tira-lo do comando do poder legislativo.
Uma das fontes que nosso blog possui dentro da Câmara, acabou de nos informar que o estopim para a decisão dos vereadores foi o desentendimento que o presidente teve com seu vice Domingos Reis na sessão da última terça-feira (24), quando Expedito se recusou a colocar em votação um projeto de lei do Executivo pedindo a autorização da Câmara para cortar em 20% o salário dos comissionados da Prefeitura de Codó que ganham acima de R$ 2.600,00.
Contrariados com o acontecimento, Domingos Reis e Leonel Filho teriam se reunido com o empresário FC Oliveira e reclamaram da postura de Expedito. Os edis impuserem que o pai do prefeito reunisse os demais vereadores e determinasse que todos votassem a favor da cassação do presidente. O pedido já teria sido acatado por pelo menos oito parlamentares.
Domingos Reis (a direita) pretende derrubar Expedito Carneiro (ao centro) e assumir seu lugar na Câmara
Os vereadores favoráveis ao afastamento de Expedito Carneiro pretendem protocolar um requerimento pedindo a instauração de um processo de perda de mandato do presidente da câmara. Se conseguirem obter êxito na votação, quem assume é o vereador Domingos Reis.
Nossa fonte nos relatou que os funcionários que foram contratados pelo presidente estão nervosos e angustiados. Diante da pressão, Expedito Carneiro se reuniu na manhã desta sexta-feira (27) com Maria Paz, Junior Oliveira, Romulo Vasconcelos e Leonel Filho. O conteúdo da conversa não foi revelado.
Caso Expedito seja mesmo cassado, será a maior golpe político da história da Câmara Municipal de Codó.
Entramos em contato com o presidente, no entanto nossas mensagens não foram respondidas até o fechamento da matéria. Os demais citados não foram localizados por nossa equipe de reportagem.
Por Marco Silva

Nenhum Comentário

  1. QUER DIZER QUE UM VEREADOR SE NEGAR A FERRAR SEUS REPRESENTADOS TEM QUE SER CASSADO?
    SERÃO CASSADOS PELOS SEUS ELEIYORES OS VEREADORES QUE VOTAREM NESSA SACANAGEM.
    SE ELES QUEREM MESMO DIMINUIR CUSTOS, QUE TAL REDUZIR ESSE MEIO MUNDO DE ADVOGSDOS CAROS E TAMBÉM DIMINUIR O NÚMERO DE CARROS ALUGADOS SEM NECESSIDADE.
    PAGAM TODO MÊS OS ALUGUEIS DE UM MONTE DE CARRO, MAS QUANDO SE PRECISA DE UM CARRO PARA ATENDER UM CIDADÃO OU SERVIDOR MANDAM SUCATAS.
    SE ESSE PROJETO FOR APROVADO, TODOS QUE VOTAREM CONHECERÃO O PESO DE UMA CAMPANHA VIA REDES SOCIAIS QUE O FARÃO SE ARREPENDER.

  2. Reuniram-se com o FC Oliveira?E que ele tem haver com a Câmara? E desde quando simples recusa em colocar um Projeto em votação é motivo pra isso? No desvio do montante há meses atrás nenhum vereador se manifestou pra afastar Presidente, todos caladinhos, caiu no esquecimento. Cuidado expedido tu deve tá cercado de Micheis Temer querem comer tua bolacha.

  3. Será que o Expedito tá cansando de ser um presidente …..mandado.

  4. Bando de bandidos serviçais do F C.Domingos Reis jogador de Baralho.Sem postura.A guerra só começou.Vamos fazer uma campanha contra Domingos ” barganha’Reis e Leonel ‘ barganha Araújo.

  5. Não vou muito com a cara do Expedito nem sou eleitora dele, mas se o pecado dele foi evitar uma votação num projeto INJUSTO, nada mais JUSTO que fazer o que fez, tirar de tramitação. E qual argumento utilizarão pra cassá-lo? só porque vai contra os interesses dos “dois prefeitos”, ou seja: prefeito-pai e prefeito-filho? rsrs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!