TSE desmente suposta fraude e anulação do primeiro turno das eleições municipais

O Tribunal Superior Eleitoral esclareceu nesta sexta-feira (20) que são falsas mensagens que circulam em redes sociais e afirmam que as eleições do último domingo (15) foram anuladas em algumas cidades por suspeita de fraude na urna eletrônica.

Urna eletrônica

“Nunca houve, desde o início do uso das urnas eletrônicas, em 1996, constatação de fraude em resultados com a utilização do equipamento”, afirmou o TSE por meio de nota. 

O TSE explicou ainda que a urna não tem conexão à internet ou via bluetooth, o que já elimina possibilidade de ataque por hackers. 

“A urna possui mais de 30 camadas de segurança encadeadas para dificultar a fraude. Há lacres de segurança que mostram qualquer tentativa de violação”, de acordo com a corte. 

Segundo o TSE, antes das eleições, as urnas são expostas a hackers e especialistas que queiram testar sua segurança. 

“Ao final da votação, o resultado de cada urna é impresso em cinco vias – uma delas fixada na própria seção eleitoral – e qualquer cidadão pode ter acesso por meio do Boletim de Urna (BU) divulgado no site do TSE ou mediante pedido ao juiz eleitoral. O resultado divulgado pode ser comparado com os boletins impressos”, concluiu a nota.

Com informações da CNN Brasil

3 Comentários

  1. O problema é que é difícil confiar no TSE, eu pelo menos não acredito, ou melhor é difícil acreditar na “justica” como um todo.

  2. Gomes,

    O TSE confunde fraude nas urnas eletrônicas com fraude/fragilidade do processo utilizado nesta eleição.

    Antigamente, todos os resultados eram alocados no TRE de cada estado, porém nesta eleição o TSE exigiu o envio dos dados para um “supercomputador”.

    É nesse ponto que gerou a desconfiança, pois de acordo com relatos, candidatos tinham 1000 com 60% das urnas apuradas, e ao terminar a apuração estavam com 900… Como pode?

    Mas espero que seja esclarecido, pois tudo que vem dos membros STF é questionável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *