Teto do Tiro de Guerra desaba um dia após autoridades participarem de formatura de atiradores

O desabamento do teto do prédio do Tiro de Guerra, em Codó, por pouco não provocou uma tragédia. O local estava vazio no momento da queda, na madrugada deste domingo (02). O acidente aconteceu um dia após autoridades municipais participarem da Cerimônia de formatura da turma de atiradores Tiro de Guerra 08/007. O Blog do Marco Silva foi informado que o Exército Brasileiro vai investigar as causas do desabamento.

No início de 2017 o Prefeito de Codó, Francisco Nagib, assinou a renovação do convênio com o Tiro de Guerra 08-007, para apoio no funcionamento e manutenção da instituição. Há informações de que o governo municipal não vinha cumprindo as obrigações assumidas nesse convênio e a falta de conservação do prédio teria provocado o desabamento do teto.

Quase tragédia

A formatura dos novos atiradores aconteceu no sábado (01) e contou com a participação do representante da OAB Dr. Barreto Roma, do Comandante do Corpo de Bombeiros Civis de Codó, Leandro Viana, do Comandante do Tiro de Guerra de Codó, Leandro Cavalheiro, do presidente do Rotary, Herbeth Mendes Júnior e de familiares e amigos dos formandos. Teria sido uma grande tragédia caso o acidente tivesse acontecido durante esse evento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!