#TBT: Zé Francisco “Pé Frio” perdeu todas as eleições que disputou nos últimos 19 anos

José Francisco Lima Neres, popularmente conhecido como Dr. Zé Francisco, tinha tudo para ser um dos melhores e mais influentes políticos de Codó. Em 1996, aos 23 anos de idade, conseguiu se eleger vereador ao conquistar 630 votos. Sua atuação na Câmara Municipal foi considerada discreta, com nenhum projeto apresentado durante os quatro anos como parlamentar codoense.

Desde cedo Zé Francisco mostrava que era um homem ambicioso e desejava voos maiores. No entanto, sua primeira tentativa de conquistar uma posição de destaque na política não foi bem-sucedida. Em 2000, ele abriu mão de disputar a reeleição para vereador e candidatou-se ao cargo de vice-prefeito na chapa formada com Biné Figueiredo. Juntos, eles tiveram 15.731 votos e perderam a eleição para Ricardo Archer e Marcolino Júnior, com 19.327 votos conquistados.

Dois anos depois, em 2002, Zé Francisco tentou projeta-se no cenário estadual ao disputar uma vaga na Assembleia Legislativa do Maranhão. O médico obteve apenas 5.272 votos. Foi o segundo revés em duas eleições consecutivas.

Em 2004, Zé Francisco mudou-se para Capinzal do Norte na esperança de que poderia conquistar a confiança dos moradores do pequeno município maranhense. Com uma coligação que envolvia cinco partidos, se candidatou ao cargo de prefeito e novamente foi derrotado. O médico teve somente 2.016 votos, contra os 3.206 votos do eleito Eliomar Alves de Miranda.

As três derrotas consecutivas desanimaram Zé Francisco e ele passou oito anos sem disputar nenhuma eleição. A nova tentativa de chegar à Prefeitura de Codó voltou a acontecer somente em 2012, quando se juntou com o jovem Francisco Nagib. Novamente candidato a vice-prefeito, o médico mostrou mais uma vez sua rejeição como político. A quarta derrota ocorreu após conquistar apenas 7.574 votos, perdendo para o segundo colocado Biné Figueiredo, com 19.509 votos, e o vitorioso Zito Rolim, com 23.075 votos.

A última tentativa de se eleger a um cargo de destaque no Maranhão ocorreu ano passado, em 2018. Nem mesmo o PT, partido do ex-presidente Lula, conseguiu trazer sorte para Zé Francisco. O médico disputou uma vaga na Câmara Federal e mais uma vez saiu derrotado. Foram apenas 14.456 votos, muito abaixo dos 76.893 conquistados pelo petista mais votado no estado, o engenheiro civil Zé Carlos.

As cinco derrotas nos últimos 19 anos comprovam a decadência da carreira política de Zé Francisco. A confirmação da fama de “Pé Frio” veio após ser condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA), que o tornou inelegível pelo período de oito anos.

Matéria publicada originalmente no dia 09 de dezembro.

4 Comentários

  1. José Francisco é um bom médico mas a política não dar pra ele. Gosto muito dele mas nunca votaria nele.

  2. Pedro Belo tá no mesmo caminho, faz um TBT do Pedro Belo aí

  3. Zé Francisco é um excelente candidato… temos quer dar uma chance ao novo!!! Deus abençoe…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!