Suspeitos de executar empresário codoense se apresentam em delegacia de São Luís

Os dois suspeitos de matar o empresário Wesley Cardoso Silva Portela, 34 anos, proprietário do Mercadinho Dallas e restaurante Dallas, se apresentaram em uma delegacia de São Luís, foram ouvidos por um delegado e liberados logo em seguida. A informação foi confirmada pelo delegado Rômulo Vasconcelos, responsável pelo caso (assista no final da matéria).

Wesley Cardoso foi executado com tiros de escopeta calibre 12, na noite da última quinta-feira (27), na rua Dr. Antônio Joaquim Araújo, Conjunto Dallas, em Codó, interior do Maranhão. A perícia médica confirmou que ele foi atingido com dois tiros, no rosto e nas costas. O delegado disse que a arma usada no crime foi deixada dentro do carro usado na fuga dos suspeitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *