Suspeito de matar Finonimo se apresenta na delegacia e conta a sua versão do crime

Rogilson Barbosa Moraes, suspeito de assassinar a tiros Finonimo Pereira de Carvalho, 39 anos, e tentar matar Francisco das Chagas Guimarães Lima, que ficou gravemente ferido, se apresentou nesta terça-feira (14) na delegacia de Codó e contou sua versão do crime ao delegado de plantão. Ele estava acompanhado de um advogado e foi liberado após prestar depoimento sobre o caso.

 

Em entrevista a repórter Emanuela Carvalho, da TV Cidade, o delegado Rômulo Vasconcelos disse que o suspeito alegou que as vítimas estavam armadas com uma faca e teriam perseguido seu primo na tentativa de esfaqueá-lo. Para defender o parente, ele sacou uma arma de fogo e atirou em Finonimo e Francisco.

Entenda o caso

De acordo com informações de testemunhas, Finonimo, que trabalha com fretes, teria sido contratado para levar um time de futebol para participar de um campeonato no local do crime. Por volta das 18h, seu sobrinho se envolveu em uma confusão e acabou sendo agredido. Finonimo teria tentando conversar com o agressor quando foi surpreendido com vários disparos de arma de fogo. Ele foi atingido nas costas e morreu no local.

A outra vítima, identificado como Francisco das Chagas Guimarães Lima, foi atingido no peito e barriga. Encaminhado em estado grave para o Hospital Geral Municipal (HGM), ele passou uma cirurgia de emergência e atualmente seu estado de saúde é estável.

A 4° Delegacia Regional de Polícia Civil de Codó segue investigando o caso. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!