SEMA inicia capacitações do Maranhão Verde no Parque Estadual do Bacanga

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) realizou, de 09 a 11/01, a I Capacitação Técnica no Âmbito do Programa Maranhão Verde para as famílias do Parque Estadual do Bacanga, as quais foram selecionadas pelo Edital de Chamamento Público SEMA nº 002/2018, publicado no Diário Oficial do Maranhão – DOEMA nº 196, de 17 de outubro de 2018.

As capacitações para os membros fixos das famílias beneficiárias, neste caso, a mulher, visa um avanço na Política de Gênero no Estado, envolvendo ações de educação socioambiental, como o ensino de valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente.

“O Governador Flávio Dino e o Secretário Marcelo Coelho valorizam a mulher como a chefe da família no Programa Maranhão Verde, pois sabemos que em nossa sociedade, este título geralmente é do homem. Aqui as mulheres terão vez e participação, aprendendo e contribuindo com a preservação do meio ambiente”, disse a Secretária Adjunta de Recursos Ambientais da SEMA, Talissa Moraes.

Ela ainda acrescentou: “A Bolsa Maranhão Verde é uma forma de reconhecimento e independência a essas mulheres, que foram selecionadas dentro das condições previstas em Lei e estando inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), encontrando-se em situação de extrema pobreza, isto é de grande importância para a valorização e conhecimento delas”.

Antônia Olendina agradeceu a oportunidade: “Eu achei ótimo! Foi uma benção em minha vida, pois agora terei uma renda para ajudar em casa e, ainda, aprender a preservar a natureza”.

Projeto “Floresta Protetora dos Mananciais”

No Parque Estadual do Bacanga será desenvolvido o Projeto “Floresta Protetora dos Mananciais I”, no âmbito do Programa Maranhão Verde, destinado à conservação e recuperação das matas ciliares e áreas de recarga do Parque, com foco nas regiões do reservatório do Batatã e do Rio Prata.

As famílias beneficiárias do Programa desenvolvem atividades de conservação e recuperação dos recursos naturais, principalmente a produção de mudas e reflorestamento de espécies nativas, em áreas previamente definidas, as quais podem ser: Unidades de Conservação, Territórios Ocupados por Ribeirinhos, Extrativistas e Comunidades Tradicionais, além de outras áreas definidas como prioritárias por ato do Poder Executivo.

O Programa objetiva, ainda, promover a capacitação ambiental, social, educacional, técnica e profissional da população beneficiária.

A SEMA já executa o Projeto Berço do Rio Itapecuru no Parque Estadual do Mirador, no âmbito do Programa Maranhão Verde, objetivando conservar e recuperar as nascentes dos rios Itapecuru e Alpercatas.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *