Segurança de Bolsonaro é internado em estado grave com coronavírus

Um segurança do presidente Jair Bolsonaro foi internado com estado grave pelo novo coronavírus. O capitão da Polícia Militar Ari Celso Rocha Lima, de 39 anos, foi levado para o Hospital de Base do Distrito Federal, na noite de quarta-feira 25. A informação é do site Metrópoles.

O primeiro exame ao qual o policial foi submetido deu resultado negativo. No entanto, sintomas como febre e dores apareceram, e o policial buscou um novo exame e obteve a confirmação. A mãe do segurança, em entrevista ao Metrópoles, afirmou que ele tem problemas de saúde de pressão.

Estava em casa, sob controle. Ontem [quarta] se sentiu mal e foi internado no Hospital de Base”, contou ao veículo dona Julmar Rocha de Lima de Barros. “Ele trabalha na Presidência. É segurança do presidente. Ele sempre viaja com ele. E eu acredito que esse vírus ele adquiriu nessas viagens que fez”, declarou. Ele não esteve presente na visita de Bolsonaro a Miami, nos Estados Unidos.

Dezenas de autoridades no entorno de Bolsonaro estão infectadas, como as mais de 20 pessoas que integraram a comitiva do presidente na viagem aos EUA. Bolsonaro se submeteu a dois exames e, segundo ele, ambos deram negativo, mas ele não revelou o laudo.

Com informações do Portal Carta Capital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *