Rio Itapecuru volta a subir, invade casas e 12 famílias serão desabrigadas em Codó

O nível do Rio Itapecuru em Codó voltou a subir e atingiu os 7,80 metros na manhã desta segunda-feira (16) e deixou ruas e residências alagadas. De acordo com o capitão Wilson Belo, comandante do Corpo de Bombeiros Militar de Codó, 12 famílias serão desabrigadas, sete da Rua da Prainha e outras cinco da Rua Copacabana, ambas no bairro Santo Antônio.

“Vamos iniciar a mudança das famílias com risco de alagamento para Escola Humberto de Campos (Rua 14 de abril) e Centro de Formação dos Professores (Vereda Bairro São Francisco), escolas com salas de acordo com recomendação da Secretaria de Saúde para alocar famílias em Salas Separadas”, explicou o comandante.

Os trabalhos de retirada das famílias estão sendo feitos em conjunto a Prefeitura de Codó. O Diretor Operacional da Defesa Civil Municipal, José Fernandes de Alencar, nos enviou uma nota do governo sobre a situação do Rio Itapecuru (leia abaixo).

A Prefeitura Municipal de Codó informa:

Prezados munícipes , informo que estamos identificando uma elevação significativa em Codó, já acima da cota de inundação desde às 01:00 h da madrugada de hoje. Atualmente a cota está em 7,80 m, portanto 01 m acima da cota de inundação definida (6,80 m). Informamos que a tendência é de que o rio continue subindo nas próximas horas. Por isso equipes da Defesa Civil Municipal e Corpo de Bombeiros Militares estão no local fazendo os precedimentos necessarios para atender a populaçâo atingida. E as demais Secretarias Municipais estâo se articulando para o apoio necessario

Ruas atingidas: Rua Copacabana, Rua da Prainha e Rua da Draga – Bairro Santo Antonio

Rua Coelho Neto – Centro

Situação: Alerta Maximo

Codó, 16/03/2020

Francisco Nagib – Prefeitio Municipal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!