Rio Itapecuru vira atração turística dos codoenses mesmo com o risco do coronavírus

Contrariando a recomendação das autoridades, vários codoenses ignoraram os ricos do novo coronavírus e praticamente transformaram o Rio Itapecuru em uma atração turista. Uma imagem registrada pelo Blog do Marco Silva na manhã deste domingo (22) mostra as pessoas se aglomerando em cima da ponte que dá acesso à região da Trizidela. Elas admiravam a situção do rio e não demonstravam qualquer preocupação com a disseminação do Covid-19.

Na madrugada deste domingo (22), o Rio Itapecuru voltou a subir e atingiu a marca de 8,56 metros. Diversas ruas foram alagadas e várias famílias tiveram que sair de suas residências. A Defesa Civil, Bombeiros Militar, Exército Brasileiro e Secretaria de Assistência Social estão trabalhando em conjunto para retirar as pessoas dos locais afetados.

2 Comentários

  1. Eng. Civil Emanuel Rodrigo

    Quarentena não deve e não pode ser tratada como férias.
    A quarentena é a única e eficaz forma de controle da disseminação e propagação da COVID-19, de modo que torna-se extremamente necessário o isolamento social no país.
    Temos que nos concientizar que somos todos vetores de transmissão e que o Brasil não estar preparado para uma subida tão crescente de casos. Assim, entendemos que para evitar um colapso do sistema de saúde (público e privado) devemos cumprir estas regrinhas que são tão básicas, entretanto, essências e vitais para o bem estar social e individual.
    Perfaço dizendo que a irresponsabilidade, o desrespeito e a indecência moral de poucos custarão a vida de muitos.

  2. Você já ouviu o ditado: brasileiro só fecha a porta depois que é roubado, pois o povo só vai ficar em casa quando algo pior acontecer

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *