Ricardo Archer aparece quatro vezes em lista de FICHAS-SUJAS e está fora das eleições de 2018

Desde que deixou a prefeitura de Codó no ano de 2004, o ex-prefeito Ricardo Archer vem alimentando o sonho de voltar a ocupar um cargo público. No entanto a divulgação, na semana passada, de uma nova lista com os nomes dos gestores municipais que tiveram suas prestações de contas reprovadas e/ou julgadas irregulares, voltou a transformar esse sonho em pesadelo e o ex-prefeito não poderá disputar qualquer cargo eletivo nos próximos anos, de acordo com a lei da Ficha Limpa.

O ex-prefeito de Codó vinha divulgando em seus meios de comunicação que seria candidato a deputado federal nas eleições de 2018, no entanto a relação dos Fichas-Sujas que foi divulgada pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) comprova a sua ilegibilidade e desmonta, definitivamente, o seu plano.
Ricardo Archer comandou o município de Codó de 1997 a 2004 e foi condenado por irregularidades na aplicação de verbas federais do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e Valorização do Magistério – Fundef e do Programa Nacional de Alimentação Escolar – Pnae, transferidos ao Município de Codó/MA, entre os anos de 2001 e 2004.
Por Marco Silva

Nenhum Comentário

  1. Todas referentes ao segundo mandato, período em que ele mais desviou dinheiro e deixando a cidade um buraco só, detalhe: cheio de LIXO E URUBUS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *