Retrospectiva – Mais de 10 municípios percorridos e mais de 300 alunos capacitados pelo Programa Mais Renda

O Programa Mais Renda oportuniza um aprendizado completo para pequenos empreendedores em situação de vulnerabilidade socioeconômica. A novidade deste ano é a ampliação do programa com a itinerância das capacitações em diversos municípios por meio de duas carretas, que levam aulas teóricas e práticas aos beneficiários.

O programa, desenvolvido pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes), já passou por 12 municípios das regiões Norte, Sul, Central e do Médio Mearim neste ano, beneficiando 300 alunos. As cidades que já receberam as capacitações itinerantes do Mais Renda são: Axixá, Balsas, Bernardo do Mearim, Coroatá, Fortaleza dos Nogueiras, Igarapé Grande, Loreto, Morros, Riachão, Rosário, Sambaíba e São Domingos do Azeitão.

Para o secretário da Sedes, Márcio Honaiser, o sentimento é de dever cumprido, pois o programa tem sido uma chance verdadeira do microempreendedor maranhense mudar de vida e montar seu próprio negócio. “Apesar da pandemia, o Governo do Maranhão tem mostrado seu compromisso com o desenvolvimento socioeconômico do estado. Os cursos chegaram aos municípios mais distantes do nosso estado em 2020, e percorreram 12 cidades maranhenses. Mais de 300 microempreendedores foram capacitados. Então, dessa forma, a Sedes cumpre com o seu papel social para que esses microempreendedores de diversas regiões tenham a oportunidade de otimizar suas vendas com o Programa”.

Para a beneficiária Ana Alice Moraes, a chegada do Mais Renda no seu município representa uma transformação de vida. “Eu sempre trabalhei na roça, então, minha renda é muito baixa. Mas meu sonho sempre foi o de me tornar empreendedora e, quando a carreta do Mais Renda chegou em minha cidade, vi ali a chance de realizar este sonho e montar meu próprio negócio. Acredito que através do programa minha vai se transformar”, disse a beneficiária de 47 anos, que concluiu sua capacitação no ramo de alimentação na cidade de São Domingos do Azeitão.

Estrutura das carretas do Mais Renda

As duas unidades são equipadas com salas de aula teórica e prática, proporcionando um aprendizado integral ao aluno microempreendedor, desde o eixo humano, gerencial e prático. As turmas têm aulas sempre focadas nos eixos de aprendizagem dos ramos de alimentação, beleza, confeitaria e costura, com carga horária de 42 horas.

Além da capacitação, os beneficiários de cada município recebem, ao final do curso, kit negócio, composto por fardamento oficial e equipamentos, como carrinhos adequados à venda de churrasco, cachorro-quente, salgados, fritadeiras ou chapa a gás, e equipamentos para salão de beleza, a depender da finalidade da venda e que ajudarão a potencializar as atividades a serem desenvolvidas de acordo com a área de trabalho escolhida.

A coordenadora do programa, Serlene Chaves, explica que mesmo em tempos de pandemia o Mais Renda se adequou as regras sanitárias para continuar transformando a vida de centenas de trabalhados em situação de vulnerabilidade social.

“O ano de 2020 foi um ano atípico nas nossas vidas, e com o Programa Mais Renda não foi diferente. A importância deste projeto aumentou muito durante a pandemia, uma vez que centenas de desempregados tiveram a chance de recomeçar financeiramente e profissionalmente com as capacitações itinerantes. As carretas foram preparadas com salas de aulas, cumprindo todo protocolo sanitário, que levaram conhecimento técnico e prático a pessoas desses 12 municípios, e que também receberão kits de trabalho nos eixos de alimentação, beleza, costura e confeitaria, como carrinhos de cachorro-quente, tapioca e churrasquinho”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *