Professora flagra cobra “passeando” em escola pública de Codó

Alguns professores da rede municipal de ensino se apresentaram em seus locais de trabalho na manhã desta quarta-feira (12) e encontraram muitos problemas em várias unidades de ensino de Codó. Na escola Remy Archer, antiga escola Modelo, uma educadora flagrou uma cobra “passeando” pelo local, que recentemente passou por reformas.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (SINTSERM), professor Marcos, lamentou o ocorrido e chamou de descaso a situação em que se encontra as escolas de Codó.

“Essa foi a realidade presenciada em escolas da rede pública municipal de ensino por boa parte dos professores ao se apresentarem em seus locais de trabalho nesta terça dia 11/02 conforme deliberação em Assembléia. Aberrações das mais diversas formas, desde escolas fechadas por falta de vigilância à sujeira, muito mato e pasmem até cobra rastejando pelos corredores entre outras situações,… O que nos chamou mais atenção foi o fato de boa parte desse descaso ser observado justamente numa escola recém reformada pela atual gestão. De acordo com o cronograma da secretaria, as aulas estão previstas pra iniciarem no dia 2 de março com exatamente um mês de atraso, se dentro de praticamente dois meses o governo municipal não conseguiu ainda resolver tal situação, em apenas quinze dias haverá tempo suficiente pra isto? Essa é mais uma demonstração da falta de respeito com a população”, escreveu o educador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!