Prefeitura de Timbiras suspende contrato com empresa alvo de operação da PRF e GAECO

A Prefeitura Municipal de Timbiras cancelou no último dia 18 de abril o contrato de nº 20170127001 – CPL/PMT-MA, originário do processo Administrativo nº 004012017, e Pregão nº 002/2017 – referente a execução de Serviços de Limpeza Pública, assinado em 27 de janeiro de 2017.  O contrato havia sido fechado com a F Z CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS EIRELI, com sede no município de Tianguá (CE), no valor de R$ 1.680.000,00 (um milhão seiscentos e oitenta mil reais).

A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado do Maranhão e ainda não há informações sobre quando será realizada uma nova licitação para contratação de outra empresa que cuidará da limpeza pública do município de Timbiras.
Entenda o caso
No dia 07 de abril, foi deflagrada a operação Escamoteamento pelo GAECO e pela Polícia Rodoviária Federal. Na ocasião, foram presas 8 pessoas, inclusive Ana Carolina Portela Silva, 25 anos, que era uma operadora do esquema e responsável financeira pelas empresas Imediata Construções, Vicosel Locações, Premium Construções, F.Z Construções e L.J Serviços, e em uma das transações chegou a realizar saque referente a empresa Imediata, acima de R$ 2 milhões.
Os desvios, segundo dados, ocorreram nos anos de 2013 a 2015, gerando movimentações de aproximadamente R$ 200 milhões. Foram presos, além de Ana Carolina, Carlos Kenede Fortuna de Araújo, Denis Fontenele dos Santos, Fernando Cícero Moreira Fernandes, Francisco Alílio Gomes Mendes,Jansem Nunes, Lucas Menezes de Oliveira, Wladis Bezerra Jerônimo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!