Prefeito Nagib explica como e quais estabelecimentos comerciais deverão abrir em Codó

O prefeito Francisco Nagib assinou hoje um decreto autorizando a reabertura do comércio de Codó. A medida já entrou em vigor e é válida para todos os tipos de estabelecimentos comerciais do município.

Através de um áudio enviado à imprensa, o próprio prefeito Francisco Nagib explicou como deverá ser o funcionamento dos estabelecimentos comerciais em Codó.

De acordo com o prefeito, os comerciantes deverão obedecer as 13 regras restritivas descritas no anexo 3 do decreto 35.731, assinado neste sábado (11) pelo governador Flávio Dino, como, por exemplo, revezamento de funcionários, distância mínima de dois metros entre cada cliente e disponibilidade de álcool em gel em local visível e sinalizado (confira abaixo).

Francisco Nagib também explicou que seu decreto não libera a realização de festas e eventos e garante que a partir desta segunda-feira (13) haverá fiscalização em todos os estabelecimentos comerciais para garantir que as regras restritivas sejam cumpridas (ouça abaixo a explicação do prefeito).

5 Comentários

  1. Está tentando ajeitar o erro que fez. Que pena que em Codó não tenha Promotor de Justiça na cidade e não tenha entidades autônomas atuantes para combater a ausência de Promotor de Justiça e o ato absurdo do Prefeito.
    Cadê as associações de moradores, OAB, Plan , igrejas. etc…, que fogem à luta e agem como um soldado desertor que abandona a trincheira…..

  2. Acho uma irresponsabilidade do prefeito de Codo em liberar o comercio, pois não deram conta de manter o distanciamento das pessoas funcionando apenas as agências bancárias, imagine todo o comercio. Na fala do prefeito é muito fácil o comercio manter álcool para as pessoas e manter o distanciamento, se os bancos que tem condições financeiras não fez isso, imagine o pequeno lojista.E dizer que a saúde de Codó está preparado é um absurdo. Pois segundo eles até hoje só tiveram 32 pessoas suspeitas e até agora só tem resultado de 9 pessoas que deram negativos e os outros porque ainda não tem o resultado, já que segundo ele Codó tem 100 testes. O que dar para perceber é que a nossa saúde não está preparada.

    • Quando surgir dezenas de mortos pelo corona aqui em Codó, vai ser tarde demais.
      Codó nao tem um leito de uti, totalmente despreparada

    • O prefeito deveria, assim como qualquer prefeito e governador, lutar para adquirir uma ampla testagem da população para SÓ ASSIM ter base para fazer uma medida de liberação.

  3. Tem que testar o povo pra saber como a situação está e só depois liberar o comércio de forma consciente, controlada e estratégica. Esse é o recomendado pelas lideranças em saúde em qualquer lugar que seja. O foco deveria ser a aquisição de testes!

Deixe uma resposta para Oliveira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *