Prefeito Nagib acaba de publicar decreto autorizando a reabertura do Comércio de Codó

Seguindo a recomendação do governador Flávio Dino, que deixou os prefeitos do interior do Maranhão livres para reabrirem o comércio local, o prefeito Francisco Nagib acaba de publicar um decreto autorizando a reabertura do comércio de Codó.

A medida entra em vigor de forma imediata e é válida para todos os tipos de estabelecimentos comerciais do município de Codó.

A realização de eventos como shows, congressos, plenárias, torneios, jogos e festas em casas noturnas e similares seguem proibidos em todo o Estado.

6 Comentários

  1. Um ato precipitado do Gestor.
    Deveria estabelecer limites de horário e da quantidade de pessoas.
    Os comerciantes e a população está sob o risco geral, já que a base de cálculo dos possíveis infectados é falha devido a própria ausência de estrutura do poder público que não tem testes suficientes
    O Prefeito caiu na armadilha do governador.
    Será que vão esperar a morte chegar em sua casa para adotar medidas de austeridade.

    • Conceição Duailibe

      É uma faca de dois Gomes . cuidado Sr prefeito é como Sr tivesse em corda bamba dê limite pra os comércios não deixa cheio e com água e sabão e álcool gel com máscara acho eu

    • Verdade José Alberto … tudo precipitado… Mais no decreto dele ele deixa bem claro que segue recomendações da CDL é não da saúde coisa q todos nós já sabíamos pois eleição tá bem aí… espero que mal algum aconteça pq 7 respiradores não serão suficientes eu continuarei em minha casa pq penso em mim na minha família e no próximo

  2. E os bancos como vão ficar????..continuar com um atendimento contigenciado e precário???

    • Liberar tudo agora e ficar o amontoado de pessoas.
      Todos voltar a vida normal.
      O mundo, a OMS e o Ministério da Saúde diz para continuar o isolamento social e o Prefeito de Codó consulta é o CDL e a Associação Comercial para liberar todas as atividades comerciais. Não entendo mais nada.
      Eita Codó do Muro baixo.

      Se começar a contaminação pelo menos os familiares dos doentes já tem quem responsabilizar.

      O promotor de justiça está é em São Luís como o corregedor da justiça falou e o Codó sem fiscalização de qualquer Promotor de Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *