Preço do ovo dispara e cartela chega a R$ 23 em Codó

A crise provocada pela pandemia do novo coronavírus inflacionou o preço do velho e tradicional ovo. Antes era fácil encontrar nas redes varejistas e supermercados uma cartela com 30 ovos por R$ 10. Hoje, a realidade é totalmente diferente. Esse mesmo produto custa quase o preço do quilo de uma carne de primeira, cerca de R$ 23.

Indignado com o preço do produto, o jovem Sebastian publicou na página Melhor das Festas, no Instagram, uma imagem de uma nota de compra mostrando que ele pagou R$ 23 pela cartela de ovos na manhã deste domingo (05) em um tradicional supermercado da cidade.

12 Comentários

  1. Boa tarde!
    Isso é um absurdo, cadê os órgãos de fiscalização aqui em Codó, ou só funciona nas grandes cidades, até quando nós vamos sofrer com a injustiça na nossa Codó do Maranhão

  2. ATENÇÃO PROCON E MINISTÉRIO PÚBLICO, MANDEM PRA CADEIA ESTES LADRÕES QUE ESTÃO SE APROVEITANDO DA DESGRAÇA DOS OUTRIS.

    • Com licença aqui no comentário! Quero ressaltar um porém por os preços estarem tão altos assim nos produtos, o grande fator não é preço de venda para o consumidor final, mas sim no fornecedor no qual a empresa está comprando então observamos que, não há a mínima condições de o “supermercado” vender um produto por menos do que o valor de compra! Sendo assim qual será o lucro da empresa! Ressalto que sou consumidor também e realmente está alto mais fazer o quê?

    • Genival você não sabe o que diz. Esse caso é o retrato do momento vivido pelo mundo.

    • Não compre moço e pronto, ora!

  3. Ou amigo ladrão não! primeiro se informe das coisas e como funciona o sistema comerciário,e segundo que seu comentário alegando que os empresários são ladrões pode em resultar em uma denuncia contra a tua pessoa por calúnia ou difamação.

    • Quando fiz meu curso de Ciências Econômicas na Federal do Maranhão há muitos anos atrás, a primeira coisa que eu aprendi foi a chamada Lei de Mercado, ou seja, a Lei da Oferta e da Demanda. Nesses tempos de pandemia e soma-se isso o fato de estarmos quase na semana santa, a procura tá bem superior a oferta do produto, fazendo o preço disparar. Nesse caso, nenhum órgão de proteção poderá fazer nada a respeito. E vamos torcer que volte tudo a normalidade o mais rápido, porque não só o ovo, mas também outros produtos essenciais ficarão escassos e, consequentemente, mais caros. Quanto mais difícil de adquirir um produto, mais caro ele fica.

  4. Vou já acionar o Celso Russomano da rede Record, quero ver se ele não reslove essa situação ligeirinho…kkk

  5. Amigo, todo ano o preço do Ovo é inflacionado durante a Semana Santa, isso é normal, depois da semana santa o preço volta ao normal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *