Posto Cobel muda de nome e fecha contrato de R$ 2,2 milhões com a Prefeitura de Codó

O POSTO MINAS, nome empresarial K LOUIS ALBUQUERK, acaba de fechar um contrato de R$ 2.226.600,00 com a Prefeitura de Codó. A empresa será responsável pelo fornecimento de combustível e gás liquefeito de petróleo (GLP) para atender as necessidades das secretarias do município.

De acordo com o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica, o Posto Minas foi aberto no dia 29 de outubro de 2019 (veja o documento abaixo). Antes da mudança de nome a empresa se chamava POSTO COBEL II, pertencente ao Secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano e Rural, Francisco Roberto de Araújo Albuquerque.

O artigo 9º, III, da Lei nº 8.666/93 (Lei de Licitações e Contratos) veda a participação de empresas que tenham sócios, dirigentes ou empregados com parentesco com agentes públicos do órgão ou ente contratante, até o terceiro grau, ainda que a contratação seja realizada por meio de credenciamento. Também é vedada a participação de empresa que tenha vínculo com dirigente ou servidor integrante da unidade responsável pela licitação, ou com qualquer servidor que, de acordo com a autoridade administrativa competente, tenha poder de influência sobre o certame.

Essas vedações incidem sobre servidores públicos efetivos, temporários ou comissionados; e aplicam-se também na hipótese de contratação direta, inclusive nos processos de credenciamento mediante inexigibilidade de licitação.

8 Comentários

  1. Só bandidos, corja de ladrões.

  2. Se o povo Codoense voltar uma corja de bandidos dessa, é porque gostam de sofrer mesmo!!!

  3. Se vcs blogueiros fossem um pouco mais atentos, descobririam muito mais escândalos. Essa gestão tá recheada deles.
    O atual prefeito envergonha Codó com sua ganância desenfreada. Uma decepção.
    Já nasceu milionário, mas isso não basta.

  4. A q….. Cobel aumentou seus lucros e suas fa….. nesse Governo F…… Até quando o MP e o Poder Judiciário vão assistir de camarote ao assalto aos cofres públicos praticados por esses pi…..? Nem cito a Polícia Civil, pois o delegado-vereador está na “folha de pagamento” do chefe da q……..

  5. Fico besta como esta tudo escancarado, r….. mesmo na maior cara dura e ninguem faz nada, ainda tem idiotas que falam que o jovem prefeito amadureceu muito rapido e que foi o prefeito que mais trabalhou por codo, bando de s….. mais olhem ate o lula foi preso nao vao axando que vcs sao maiores que todo mundo nao

  6. Não sei o que tá acontecendo com a Promotoria de Codó, completamente inoperante frente à esses escândalos administrativos desde a época do Biné, passando pela gestão do Zito e agora do atual prefeito. Se houvesse uma mínima investigação iriam descobrir centenas de irregularidades não somente em contratos licitatórios. É uma vergonha e é por isso que Codó não cresce, órgãos corruptos e que fecham os olhos pra inobservância da lei.

  7. URGENTE!

    Acesse o link abaixo e leia a portaria da PJ Codó na página 08, pois o MPMA abriu inquérito civil sobre essa situação.

    https://cdn-0.mpma.mp.br/diario/1952020-21102020.pdf

    Uma denúncia anônima faz a diferença!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!