Polícia prende grupo suspeito de homicídio e ocultação de cadáver em Paço do Lumiar

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especial do Maiobão obteve êxito na elucidação de um homicídio ocorrido em Paço do Lumiar. O grupo suspeito desse crime foi preso após o cumprimento de mandado de prisão temporária, cumprido na tarde desta terça-feira, 18.

William de Andrade Silva Junior, vulgo “Bob”; Thalisson Dias Castro, o “Tatá”; Cleudilene Diniz, a “Barbie”; Deuzimar Bezerra da Silva, vulgo “Mara” ou “Baixinha” e Claudiano Pinheiro, o “Jhon Rambo”, foram presos em razão do homicídio e ocultação do cadáver de Marco Aurélio Lemos Pinheiro, ocorrido no dia 28 de outubro de 2018. O homem estava desaparecido desde o dia do crime, sendo o corpo encontrado enterrado em uma cova rasa, nas imediações do aeroporto de Paço do Lumiar, no dia 02 de novembro do corrente ano.

De acordo com a polícia, até o momento a motivação do crime teria se caracterizado um dia anterior, onde a vítima estava no bar da Barbie, no bairro Novo Horizonte ingerindo bebida alcoólica juntamente com amigos. Marquinhos como era conhecido, teria se agraciado de uma garota que estava no local então Barbie lhe entregou a chave de uma residência. Ao chegar na casa, o casal encontrou Mara que não gostou da atitude, comunicando na região que teria sido estuprada por Marquinhos.

De posse dessas acusações Tatá e Bob levaram Mara até Jonh Rambo, este de altíssima periculosidade, considerado torre de uma facção criminosa que age na localidade e adjacências. Jonh Rambo então teria ordenado a morte da vítima.

A Delegacia especial do Maiobão contou com o apoio das Delegacias de São José de Ribamar, São Raimundo e Saisp Leste nesta ação.

O grupo está na Penitenciária de Pedrinhas à disposição do Poder Judiciário. As investigações seguem em andamento para individualizar a ação de cada um.

Carolina Gomes – Ascom SSP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!