Pesquisa DataIlha mostra queda de rejeição de nagib em mais de 10 pontos

O jovem prefeito Francisco Nagib protagoniza um feito nada fácil nos tempos apertados em que vivem os municípios brasileiros. Mesmo sendo uma pessoa de fora da política (está exercendo seu primeiro mandato público) e de pouca idade, é apontado como o político de Codó com maior crescimento em popularidade em recente pesquisa do respeitado instituto Datailha.

O trabalho que Nagib vem realizando em Codó não foi bem recebido, num primeiro momento, pela população. Seu modo de governar é moderno e ágil, mais parecido com o adotado na iniciativa privada e bem diferente da tradição do serviço público. Sem o olhar assistencialista clássico dos políticos tradicionais, Nagib tomou decisões impopulares como enxugamento da folha e fez um pente fino nos gastos públicos, promovendo um verdadeiro choque de gestão.

“Ele não foi bem avaliado, na primeira metade do seu mandato, mas agora é perceptível que o povo já o enxerga de maneira diferente”, afirma um especialista em marketing político próximo ao prefeito ouvido pelo blog. O choque de gestão resultou em contas equilibradas na prefeitura de Codó. Isso possibilitou a implantação de programas sociais como o Mais Água, que já isenta mais de 1.000 famílias da conta de água no município.

Outra vantagem foi o pagamento sempre em dia do funcionalismo público municipal. Garantia aos servidores de que podem honrar seus compromissos sem atrasos e bom para o comércio local, que conta com a injeção certa de recursos financeiros todos os meses.

Na educação, Codó nunca viu tantas escolas construídas numa só gestão como na de Nagib. A climatização de salas de aulas mais que triplicou e os índices positivos, como o IDEB, só crescem. O transporte escolar é uma realidade que funciona e até cursos de idiomas extracurriculares os alunos têm.

Na saúde, a clínica de hemodiálise é um feito para qualquer codoense se orgulhar. Em especial, aqueles que precisavam acordar cedo, rodar cerca de 100 km para ficar conectado à uma máquina de 4 a 5 horas, pagar alimentação e, depois, percorrer os 100 km de volta, isso 3 vezes por semana. Esse sofrimento acabou. Os codoenses que sofrem de doença renal crônica são tratados aqui mesmo e sem pagar nada por isso.

Essas e outras realizações fizeram com que o povo reconhecesse que o rigor de Nagib com as contas públicas valeu à pena, pois agora a prefeitura, em dificuldades como todas as outras do Brasil, pode manter a assistência e os serviços demandados pela população. Tudo isso resultou, agora, na queda da rejeição do prefeito em mais de 10 pontos percentuais em apenas dois meses, mesmo este estando inelegível.

“Nagib é da iniciativa privada e aprendeu dentro da empresa da família o valor de cada centavo, por isso ele é planejado e sabe o que o investimento pode e o que não pode realizar”, completa um amigo pessoal do prefeito.

2 Comentários

  1. E SO ENCHER A PREFEITURA DE FUNC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *