Perseguição policial termina com homem preso e uma arma apreendida em Codó

Um homem foi preso após uma perseguição policial que ocorreu na rua Ricardo Archer, bairro Codó Novo, em Codó, no interior do Maranhão. Francisco Thales Pereira de Sousa, 23 anos, foi detido na noite desta sexta-feira (28), por volta das 19h47. Ele estava de posse de uma arma de fogo de fabricação caseira.

De acordo com testemunhas, agentes da Polícia Militar avistaram o elemento em atitude suspeita caminhando pela via. Ao perceber a presença da viatura, o suspeito fugiu correndo e jogou a arma de fogo em uma área de matagal.

Os militares conseguiram efetuar a prisão do suspeito. Ele foi encaminhado para a 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Codó.

Porque não mostramos a cara do acusado?

Infelizmente não foi possível mostrar a cara do acusado descrito nesta matéria por causa da Lei de Abuso de Autoridade aprovada pelos deputados e senadores brasileiros. O artigo 14 da nova lei configura como crime “fotografar ou filmar, permitir que fotografem ou filmem, divulgar ou publicar fotografia ou filmagem de preso, internado, investigado, indiciado ou vítima, sem seu consentimento ou com autorização obtida mediante constrangimento ilegal, com o intuito de expor a pessoa a vexame ou execração pública”.

A vergonhosa lei que impede o cidadão de bem de conhecer os criminosos que todos os dias roubam nossos patrimônios e matam nossos familiares foi aprovada pelos senadores do Maranhão Roberto Rocha, Weverton Rocha e Eliziane Gama e pelos deputados federais maranhenses Bira do Pindaré, Cleber Verde, Edilázio Júnior, Gastão Vieira, Gil Cutrim, Hildo Rocha, João Marcelo Souza, Josimar Maranhãozinho, Márcio Jerry, Pastor Gildenemyr, Pedro Lucas Fernandes e Zé Carlos.

Com informações da repórter Emanuela Carvalho, da TV Cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!