Veja o momento em que o Comandante Fernandes prende suspeito de tentativa de homicídio no último dia de carnaval

A noite do último dia de carnaval foi repleta de muitas brigas e confusões, por volta das 20:30hs, da terça-feira (02), vários baderneiros se envolveram em uma briga generalizada próximo ao Buteco Bar, na Avenida Augusto Teixeira, e resultou em uma tentativa de homicídio, onde foram realizados disparos de arma de fogo em via pública contra a vítima Rogério Rodrigues Muniz, 25 anos, que também foi esfaqueado várias vezes.

O Blog do Marco Silva entrevistou o Médico Digeorgio Martins, que explicou que tipo de atendimento foi feito para assegurar a vida da vítima.

“Esse paciente foi vítima de ferimento por arma de fogo, ele foi alvejado por vários tiros, em que teve um tiro que teve um orifício de entrada na região do tórax, abaixo da mama. Ele também teve um tiro atrás do pescoço. A vítima também teve várias lesões por arma branca, que foram na região da cabeça e em várias regiões do seu tronco e braço. Quando a minha equipe foi fazer o atendimento ele já estava sendo atendido pela equipe médica da barraca da saúde, eu apenas complementei o atendimento do colega, em que foram feitos os curativos. Como a vítima apresentava ar dentro do tórax dele, foi feita apenas um descompreensivo, por causa do tiro. Logo em seguida ele foi conduzido ao HGM, onde foi pedido de avaliação mais precisa de um cirurgião, para saber qual seria a conduta a ser adotada”, explicou.

Minutos após o ocorrido, o Chefe da Guarda Municipal de Codó, Comandante Fernandes, efetuou a prisão de um dos suspeitos de ter tentado contra a vida de Rogério Rodrigues. Laécio da Silva de 26 anos, foi preso por ter participado da confusão e suspeita-se que ele seja o autor das facadas que lesionaram a vítima.

De acordo com a Policia Militar, José Lucas Guilhon de 19 anos foi o autor dos disparos. O suspeito foi preso pela PM, juntamente com seu irmão, minutos após cometer o crime.

Pegador de mulher casada é morto a pauladas e tem pênis e testículos arrancados

Luís Carlos Costa de Araújo conhecido como cambota foi morto a pauladas em Grajaú, interior do Maranhão.

A vítima teve ainda seu pênis e testículos arrancados. Um dos suspeitos de ter cometido o crime já se encontra preso na delegacia da cidade.

Durante depoimento, o acusado disse ter feito isso com ele pelo fato dele se relacionar com mulheres casadas e temia que “cambota” pudesse atacar sua esposa.

Fonte: Riquinha.com.br

Prefeitura de Codó realiza abastecimento de escolas e creches da rede municipal

A Prefeitura Municipal de Codó, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Secretaria de Educação, iniciou sua logística de abastecimento das escolas para a abertura do trabalho nas creches e continuação do ano letivo. A equipe da Coordenação de Alimentação Escolar já está trabalhando, esta semana, na triagem de todos os produtos destinados às unidades da Rede Municipal de Ensino.

De acordo com a coordenadora de alimentação escolar, Mary Araújo, nestes dois dias a equipe realiza a entrega total dos alimentos nas 63 unidades de ensino infantil e fundamental da zona urbana, atendendo cerca de 20 mil alunos. Além das escolas, a prefeitura também honra seu convênio de abastecimento para entidades filantrópicas, como o instituto Maná e a Fundação Pestalozzi.

ASCOM

NOTA DE PESAR

É com extremo pesar que a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA) externa suas condolências pelo lamentável falecimento do ex-secretário de Meio Ambiente da cidade de Pindaré-Mirim, o Engenheiro Agrônomo Benedito da Conceição Castro Neto, ocorrido dia 01.03, vítima de acidente de trânsito. Tibí, como costumava ser chamado, era um lutador das causas ambientais.

Pai de enfermeira codoense perde a vida devido à falta de estrutura do HGM

A população do município tem sofrido com a situação caótica em que se encontra a saúde de Codó. Falta de medicamentos, médicos e equipamentos, tem resultado em uma série de reclamações daqueles que buscam atendimento no Hospital Geral Municipal (HGM). Com dois meses administrando o município, o prefeito Francisco Nagib, não parece se preocupar com o problema.

O descaso do jovem gestor tem feito muitas vítimas. Foi o que aconteceu com o pai de uma enfermeira codoense, que perdeu a vida no último domingo (26), devido a negligencia da autoridade maior do município em oferecer uma saúde de excelência aos habitantes da cidade que administra.

O relato triste e emocionante da jovem, postada nas redes sociais, mostra que os codoenses devem rezar todos os dias para não precisarem recorrer ao atendimento do HGM, que é tido como um dos maiores hospitais do Maranhão, mas que está totalmente desestruturado e sem as mínimas condições de atender a população de Codó. Veja:

Os 07 ERROS cometidos por Nagib que fizeram o carnaval de Codó ser considerado o pior dos últimos 25 anos

O carnaval de Codó, já foi considerado o melhor do interior do Maranhão. A festa que tomou as ruas da cidade na administração do ex-prefeito Ricardo Archer, ganhou força na gestão de Biné Figueiredo, se manteve estável com o popular Zito Rolim e mostrou no ano de 2017 que está longe de ser considerado um bom carnaval.

Não foram poucas as pessoas que relataram que o primeiro carnaval realizado pelo prefeito Francisco Nagib, foi o pior dos últimos 25 anos, superando inclusive o modesto carnaval do ano passado, último do prefeito Zito. Foram muitos os fatores determinantes para que isso acontecesse, desde a falta de divulgação do evento, a péssima escolha da cerveja que foi vendida dentro da “Praça da Folia”.

Confira abaixo os SETE erros cometidos por Nagib que fizeram o Carnaval de Codó perder o título de melhor do interior do Maranhão e ganhar o de pior das últimas duas décadas e meia:

7 – Não valorizar os distritos de Cajazeiras e Km 17

Há vários anos os distritos de Cajazeiras e Km 17, recebiam bandas locais para animar o carnaval daqueles que não tinham condições de se deslocarem para a sede do município em busca de diversão. Quebrando essa tradição o prefeito Francisco Nagib não deu a mínima para os foliões das duas localidades que fazem parte de Codó e mereciam um pouco de valorização.

6 – Bebidas de baixa qualidade

O prefeito Francisco Nagib também errou na hora de escolher o patrocinador do carnaval de Codó. Os produtos ofertados no local eram de baixa qualidade e não agradaram os foliões. O resultado foi uma enxurrada de reclamações e venda muito inferior do que os barraqueiros esperavam, muitos deles tiveram prejuízos.

5 – Preço abusivo das bebidas vendidas no local

Além de ter escolhido um patrocinador que possui bebidas que não agradam muito a população codoense, o prefeito Francisco Nagib errou ao não controlar o preço dos produtos que eram repassados para os barraqueiros.

O Blog do Marco Silva descobriu que o produtor de eventos Luís Claudino (proprietário da Luz Produções), com o consenso da primeira dama, Agnes Oliveira, foi quem decidiu qual valor cobraria por cada bebida que seria vendida na “Praça da Alegria”. Luís Claudino que também é funcionário do município de Codó, inflacionou os valores de todos os produtos. A bandeja de refrigerante do patrocinador do evento, por exemplo, pode ser comprada na cidade por até R$ 16,95 (preço já com o lucro do revendedor), enquanto os barraqueiros recebiam por incríveis R$ 24,00. A bandeja de cerveja da mesma marca que era vendida do carnaval codoense, pode ser comprada por menos de R$ 18,00 (também já com o lucro do revendedor), muito abaixo dos R$ 26,00 que era vendida aos barraqueiros.

4 – Não teve Trio Elétrico

Tradição nos melhores carnavais do Brasil, o Trio Elétrico foi esquecido pelo prefeito Francisco Nagib. Presente apenas na prévia realizada uma semana antes do carnaval, a atração era sempre uma das mais aguardadas pelos foliões do município, que ficaram decepcionados com a decisão do gestor municipal.

3 – Faltou segurança

O ex-prefeito Zito Rolim gastava em média R$ 80 mil, somente com o pagamento da equipe de segurança. Diferente de seu antecessor, o prefeito Francisco Nagib gastou pouco mais de R$ 40 mil, e reduziu o número de pessoas que trabalhavam como seguranças particulares nas noites de carnaval. Até 2016 eram contratados cerca de 300 homens e mulheres, este ano foram menos de 150.

2 – Quase não teve divulgação

O carnaval codoense teve menos de 10 dias de divulgação, a decisão errada do prefeito, teve impacto direto no resultado da festa carnavalesca. Apesar de ter um espaço menor do que o Corredor da Folia, o local escolhido por Nagib andou longe de lotar, era possível andar tranquilamente em quase todo o espaço do evento, diferente do que acontecia em outros carnavais.

1 – Bandas de baixo nível

Nunca na história do município as bandas escolhidas para animar o carnaval foram tão criticadas pelos foliões. Não estamos aqui nos referindo as atrações locais, que aliás até se saíram bem.

O fato é que ao tentar economizar demais na contratação das bandas de fora do município, o prefeito Francisco Nagib, pegou o que há de pior no cenário musical brasileiro e trouxe para o município. O resultado foi desastroso, músicos sem sincronia e repertórios de gosto duvidoso foram apenas alguns dos problemas apresentados por essas atrações. A Banda Patchanka, por exemplo, parava constantemente seu show, ficando em total silencio por vários segundos.

Diferente do ex-prefeito Zito Rolim, que trouxe o cantor Wesley Safadão (na época ainda comandava a Banda Garota Safada), no primeiro ano do carnaval de seu mandato, o prefeito Francisco Nagib não contratou nenhuma banda que incentivasse o folião a sair de sua casa em busca de uma atração de qualidade.

Cantor do Fruta Nativa anuncia saída da banda

A banda de maior sucesso da região dos cocais perdeu no primeiro dia após o carnaval, um dos seus principais componentes. Trata-se do vocalista “Lidy Forró”, que anunciou nesta terça-feira (01) a sua saída da Banda Fruta Nativa.

O artista postou uma mensagem de despedida em sua página oficial no Facebook. Confira:

 

Bloco “OS 100 VERGONHAS” emite nota de esclarecimento

O bloco de rua “OS 100 VERGONHAS” enviou para a redação do Blog do Marco Silva, uma nota explicando o motivo do Trio Caravelas e da banda Swing Beat não terem se apresentado como estava previsto na programação do tradicional bloco do Bairro São Francisco.

Confira a nota na integra:

Nota de Esclarecimento

O bloco os 100 vergonhas  vem a público explicar o porque a BANDA SWING BEAT ,não tocou na segunda de carnaval, durante o nosso percurso como foi divulgado na mídia .

O fato é que como combinado a Banda às 7 hrs da manha ja  estava na Fábrica FC Oliveira, e a mesma instalou todos os seus equipamentos em cima do Trio Caravela, trio esse diga-se de passagem o melhor do carnaval de Codó.    No entanto o problema nao foi com TRIO e sim com o TRATOR  que iria  puxar o TRIO ,o mesmo tava com pneu extourado ,e apesar  da troca do mesmo por duas vezes nao deu certo.

O prefeito FRANCISCO NAGIB que  é um dos foliões antigo do bloco na mesma hora se disponibilizou e arrumou outro trator mais  o reboque  era muito baixo e na mesma hora foram feitas varias tentantivas  de como resolver o problema que apesar de ter sido solucionado  ja nao dava mais tempo por conta do horario aproximadamente as 15:00.

O PREFEITO FRANCISCO NAGIB solidário com nossa situação nos cedeu  a banda SWING BEAT  para fazermos um grande lavo prato do BLOCO OS 100 VERGONHAS.

Quero agradecer a todos pela compreensão e a FC Oliveira, pela estrutura cedida e ao nosso PREFEITO FRANCISCO NAGIB ,pelo imenso apoio dado a nós. O nosso muito obrigado a todos ,e prometemos que em 2018 sera muito melhor.

BLOCO OS 100 VERGONHAS ( UNIAO DO VEREDA)

Avó e neta são executadas em Codó

Por volta das 20:40 aconteceu na cidade de Codó um duplo homicídio. Acontece que uma das vítimas tinha envolvimento com um traficante que teria sido assassinado no dia 16/01 em cima da ponte que ligam o bairro Santo Antônio e a Trizidela nesse dia Paulo Leonardo dos Santos, de 24 anos foi executado. No dia da morte de Léo, sua namorada, Célia Maria estava com ele, sobre Léo pesava o envolvimento com o tráfico de drogas e homicídios.

Na noite de ontem, Célia Maria Maximiliano Viana e sua neta (M.M.) de apenas seis anos foram assassinadas na porta de casa, onde funciona um bar, conhecido por Bar do Linhares, na avenida Cristóvam Colombo. Certamente os dois criminosos tentaram matar apenas a Célia, porém como sua neta estava no colo, também foi atingida por dois tiros na cabeça, morrendo ainda no interior do bar.

Os dois homens chegaram a pé e efetuaram seis disparos, atingindo M.M. e sua avó, fugindo logo em seguida, também a pé. Suspeita se que os assassinos das duas, são os mesmos envolvidos na morte de Léo, mas vamos aguardar mais detalhes que surgirão com o andamento das investigações.

Célia Maria, era mãe de um jovem que está preso por prática de homicídio, Bebeto como é conhecido matou o próprio amigo numa prévia de carnaval há aproximadamente quatro anos na cidade de Codó, quando na oportunidade estava sendo iniciada a prévia carnavalesca daquele ano. Bebeto ainda cumpre pena pelo crime.

Célia Maria era professora, mas passou a dar mais atenção ao ex-namorado morto e que possuía antecedentes criminais, do que a sala de aula, foi quando conheceu o Léo, iniciando um namoro com ele abandonando as origens de trabalho suado, optando pelo crime e esse foi o desfecho de mais duas vidas perdidas pelo crime em Codó.

Com informações do Blog do Bezerra

Vereador Pastor Max destaca avanços na segurança pública de Codó e esforço para realização de retiros religiosos

Em seu discurso no plenário, o vereador Pastor Max deu bastante destaque aos avanços obtidos pela parceria município e estado em relação a segurança pública de Codó. O tema, que tem sido constantemente debatido na Câmara, inclusive com a realização de várias audiências públicas que reuniram diversos segmentos da sociedade e o poder público, voltou a ser pauta recorrente nas demandas da população. O vereador iniciou lembrando que, apesar de ser responsabilidade do Estado, o município pode também fazer sua parte e ainda ressaltou os resultados no trânsito.

“Gostaria de parabenizar o Prefeito Francisco Nagib que tem buscado a cada dia concretizar para os cidadãos codoenses seus direitos sociais, dentre eles, o de garantia da nossa segurança. Prova disso, senhor presidente, são as inúmeras ações já desenvolvidas nesta área que refletem positivamente na melhoria da qualidade de vida dos nossos cidadãos. Foi assim com o trânsito de Codó, que trouxe no mês de janeiro, nenhum óbito ocasionado por acidentes no trânsito. Um trânsito seguro significa mais segurança para os nossos cidadãos, até porque muitos desses marginais se utilizam de transportes motorizados para realizarem seus crimes. Além disso, outras áreas são afetadas positivamente como a saúde”, observou o parlamentar.

Pastor Max ainda lembrou sobre o esforço do prefeito Francisco Nagib e do vereador Rômulo Vasconcelos em conseguir reforço policial para Codó junto ao governador e a possível implantação da Escola Militar, que proporcionará uma educação focada na disciplina e nos princípios relevantes para o desenvolvimento social das nossas crianças. “É isto que a nossa população precisa, de gestores compromissados e o braço forte do Estado para que as principais políticas públicas cheguem, cada vez mais, as populações mais carentes do nosso município”.

Muitos avanços em quarenta dias

O vereador Fez uma pequena retrospectiva dos avanços da gestão de Francisco Nagib em apenas quarenta dias a frente da prefeitura de Codó, como: o Centro de Formação de Professores, inauguração de escolas na zona rural, a construção do Núcleo de Educação Integral. No entanto, o parlamentar também pediu por mais obras do Escola Digna, para concluir o projeto de erradicação das escolas de taipa na zona rural. “É um avanço significativo para nossa educação em especial para os nossos professores que agora terão um espaço de formação que refletirá diretamente na qualidade do nosso ensino. Outra conquista importante anunciada para o nosso município será a Construção do Núcleo de Educação Integral. Aproveitamos a oportunidade para cobrar mais escolas dignas para o município de Codó além das quatro que serão construídas, ainda temos uma realidade terrível de mais 40 escolas de taipa em nossa região”.

Finalizando, Max destacou a troca de comando do 17º Batalhão da Polícia Militar em Codó, agradecendo ao Major Hudson pelo período em que esteve a frente do órgão e desejando sucesso ao Coronel Jurandi, e também ressaltou o esforço feito pelo prefeito Francisco Nagib e ajudar o Conselho de Pastores na realização dos retiros das Igrejas. “O Prefeito Francisco Nagib tem se esforçado para que tudo aquilo que foi conquistado pelo povo evangélico seja mantido Infelizmente neste primeiro momento as condições são contrárias, mas isto não impediu o prefeito a doar o seu salário às igrejas para que os retiros não deixem de ter o seu apoio. Esta é uma atitude nobre que

todos somos extremamente grato. Tenho certeza que no próximo ano, quando as coisas já estiverem organizadas o seu apoio será ainda melhor”, concluiu.

ASCOM

Prefeito Francisco Nagib doa seu salário como oferta para apoio as Igrejas evangélicas

Nesta quarta-feira (22) o prefeito de Codó, Francisco Nagib, se reuniu com o Conselho de Pastores das igrejas evangélicas do município para tratar do apoio aos retiros das congregações durante o período carnavalesco. Além do prefeito, estavam presentes o vice-prefeito Ricardo Torres, o vereador Pastor Max, o presidente do Conselho de Pastores, Pr. Moisés e demais líderes evangélicos.

Para o prefeito Francisco Nagib, o apoio aos retiros evangélicos é uma boa opção para a juventude passar o feriado. “Sempre iremos apoiar essa iniciativa das igrejas, que fazem um trabalho magnífico com nossos jovens. Este ano, em nosso primeiro ano de gestão, mesmo não estando pronto o processo licitatório para este apoio, não poderíamos deixar de apoiar e essas congregações realizarem seus tradicionais retiros, cuidando bem de nossos jovens. Por isso doei meu salário como forma de oferta para que essas importantes atividades religiosas fossem realizadas”.

ASCOM

Justiça brasileira autoriza casamento de homem com duas mulheres

Você provavelmente deve ter ouvido falar no funcionário público, Leandro Joannattan da Silva Sampaio, de 33 anos, e também da dona de casa, Thais Souza de Oliveira, de 21, e a estudante de técnica em enfermagem, Yasmin Nepomuceno da Cruz, também de 21 anos. Mas se você não ouviu falar, calma que vamos explicar, eles são casados oficialmente, isso mesmo que você está lendo.

O caso ocorreu no Rio de Janeiro, no começo deste mês, e se marcou como o primeiro casamento poliafetivo permitido judicialmente no Estado carioca. Segundo informações do jornal O Globo, os três hoje moram em uma casa de um só quarto, mas pretendem aumentar a família: Yasmin quer ter um filho e pretende colocar todos os sobrenomes na certidão de nascimento da criança. O caso, no entanto, não é inédito no Brasil: em São Paulo, na cidade de Tupão, a Justiça reconheceu outro casamento entre um homem e duas mulheres em 2012.

Valdek Frota solicita ao prefeito a remoção da passarela que fica sobre a linha férrea

Foi realizada na noite desta segunda-feira (20), a terceira sessão ordinária do ano de 2017, na 18° legislatura. Contando com uma grande quantidade de indicações feitas pelos parlamentares codoenses, a reunião semanal se estendeu até às 22:30 e foi considerada produtiva pelos vereadores codoenses.

O vereador Valdek Frota, por exemplo, foi um dos edis mais ativos desta última sessão. Ao usar os dez minutos que tinha direito na tribuna da casa, o edil lamentou que alguns funcionários do governo estejam usando de má fé, ao atribuir aos vereadores a responsabilidade por conseguirem empregos na gestão pública municipal.

“Eu quero pedir desculpas aos meus pares, mais eu preciso fazer aqui também, uma defesa aos meus pares e a mim mesmo, por quer a forma que estão colocando para a sociedade de Codó, que basta que tenha a assinatura do vereador, nós iremos empregar as pessoas, é ser desleal conosco. Isso é colocar a população de Codó contra esses parlamentares, porque nós sabemos perfeitamente que a vontade e desejo de cada um desses parlamentares é sem dúvidas poder empregar as pessoas no município de Codó. Quantas pessoas estão esperando aqui cada um de nós voltar para nossos gabinetes, porque algumas pessoas da prefeitura de Codó, infelizmente, ao ser indagado por emprego, eles perguntam qual é o seu vereador? Vai atrás dele e pegue a assinatura dele (…). Nós fazemos um governo em conjunto e é preciso que ambas as partes se defendam, eu defendendo o poder e o poder me defendendo. Fica aqui esse alerta dessa pessoa, desse vereador chamado Valdek Frota”, disse o parlamentar.

Duas indicações são apresentadas pelo vereador

Mostrando mais uma vez sua preocupação com a população de Codó, o vereador Valdek Frota apresentou duas indicações. A primeira de N° 02/2017, foi feita em parceria com o vereador André Jansen e pede que seja enviada ao Secretário Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e Rural, Francisco Roberto de Araújo Albuquerque, solicitando que seja feito uma análise técnica junto a um engenheiro civil na ponte de concreto da Trizidela e na passarela que fica em frente à igreja da Matriz.

“O motivo da solicitação desse engenheiro, é pelo fato dessas duas vias de acesso terem sido construídas a muitos anos. E de acordo com nosso conhecimento, ainda não foi feito esse tipo de análise. Nós precisamos saber como encontra-se a ponte de concreto e a passarela”, disse.

Na indicação de N° 16/17, o vereador Valdek Frota, pede que seja enviada uma correspondência ao prefeito Francisco Nagib e ao secretário Francisco Roberto de Araújo Albuquerque, solicitando a viabilidade da remoção da Passarela que fica em frente à TV palmeira do Norte, na Av. 1° de Maio, fixando-a ao lado do prédio da antiga REFESA.

“Eu particularmente como cidadão não vejo nenhuma serventia dessa passarela aonde ela se encontra (…). Se a prefeitura de Codó, olhar essa questão com mais carinho, nós iremos resolver um problema do transito de Codó e contribuir para o embelezamento da cidade”, afirmou.

ASCOM – VEREADOR VALDEK FROTA

Rodrigo Figueiredo cobra o pagamento do abono salarial e lamenta a falta de transparência no processo seletivo realizado em Codó

A terceira Sessão Ordinária do ano de 2017, realizada na última segunda-feira (20) na Câmara Municipal de Vereadores de Codó, contou com diversas indicações apresentadas, discutidas e aprovadas pelos parlamentares.

O vereador Rodrigo Figueiredo, apresentou a indicação de N° 26/17, indicando na forma regimental, que fosse enviada uma correspondência ao Prefeito Francisco Nagib e ao Secretário Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano e Rural, Francisco Araújo Albuquerque, solicitando que seja feita a recuperação da massa asfáltica de todas as ruas do Residencial Santa Rita.

“As condições das ruas do Residencial Santa Rita são as piores possíveis, todas as vias do local precisam de reparos. Fica evidente que foi uma obra feita com uma qualidade muito inferior do que a população de Codó precisa, do que os moradores do residencial precisam e merecem. Fica aqui nossa indicação, pedindo que urgentemente o governo de Codó, faça o recapeamento asfáltico de todas as ruas do Residencial São Pedro”, disse.

Rodrigo Figueiredo cobra o pagamento do abono salarial

Na sessão ordinária do dia 06 de janeiro de 2017, o Vereador Rodrigo Figueiredo, apresentou o Requerimento de N° 01/17, pedindo que a Câmara enviasse um oficio ao Gerente do Banco do Brasil, requerendo a cópia analítica do extrato da conta do FUNDEB, referente ao mês de dezembro de 2016 e janeiro de 2017. O parlamentar queria saber através requerimento apresentado, o que o município de Codó fez com R$ 4.825.963,06, enviados pelo Governo Federal, através de uma complementação dos recursos do FUNDEB.

Apesar de ter seu pedido atendido pela instituição financeira e pela prefeitura, o edil observou que ouve um saldo positivo de R$ 3.807.000,00 (três milhões e oitocentos e sete mil reais). Com os documentos que comprovam que a prefeitura de Codó finalizou o mês de janeiro com quase R$ 4 milhões na conta do FUNDEB, o parlamentar codoense cobrou que esse recurso seja usado para pagar um abono salarial para os educadores do município.

“Eu fiz essa solicitação devido há uma grande preocupação e necessidade dos nossos funcionários da educação (…). A prefeitura não disse se iria pagar, não se comprometeu a pagar o abono salarial e até agora não pagou esse abono. O desejo dos professores de Codó e nosso desejo é que a prefeitura já tivesse pago esse recurso aos professores de Codó. Para nossa tristeza e para o sofrimento dos educadores, a prefeitura de Codó, não resolveu essa situação. Então pedimos aqui que o prefeito Francisco Nagib e a secretária de educação paguem o abono salarial para os professores de Codó, porque eles precisam e merecem receber essa gratificação”, cobrou o vereador.

Faltou transparecia no seletivo de Codó

Rodrigo Figueiredo lamentou a falta de transparência no processo seletivo que foi realizado pela prefeitura de Codó, em que foram contratados mais de 300 professores apenas analisando seus currículos.

“O que nos causou muita estranheza esse seletivo foi a falta de transparência no processo. Foi realizado o seletivo, sem nenhuma prova, apenas pela avaliação de currículos. E apesar de ter sido divulgado o resultado, não consta no documento oficial da prefeitura a pontuação dos candidatos aprovados, muito menos dos reprovados, essa informação deveria constar no documento. Isso é falta de transparência, o que nós queremos é a transparência nas ações do governo municipal, a transparência no poder público, para que a população de Codó possa ter conhecimento das ações do governo”, pediu o vereador.

O edil apresentou um oficio, que segundo ele, será enviado a Secretária Municipal de Educação de Codó, professora Deuzimar Serra, solicitando que a prefeitura torne público, a pontuação obtida por cada candidato que participou do seletivo e o detalhamento dos aprovados, para que a população tome conhecimento de quantas vagas foram disponibilizadas e quantos selecionados são do município de Codó.

ASCOM – VEREADOR RODRIGO FIGUEIREDO

Falta de merenda escolar deixa alunos sem ânimo para estudar em Codó

                                                     Imagem Ilustrativa

Milhares de alunos das escolas municipais de Codó, estão sem merenda escolar. A falta da alimentação atinge as escolas desde o início das aulas, no dia 20 de fevereiro. Na hora do intervalo só lancham os alunos que levaram algum alimento de casa.

A falta de comida é mais preocupante nas escolas onde os estudantes são crianças de 03 a 10 anos de idade. Nessas instituições de ensino, os meninos e meninas chegam às 7 da manhã e só retornam para suas casas às 11:00, é um período muito longo sem comer, que acaba dificultado no aprendizado.

Vários pais de crianças que estudam na Escola Municipal Santa Filomena, no Bairro Santo Antônio, estão extremamente preocupados com a situação. Dona Maria de jesus, de 67 anos, nos confirmou que a partir desta quarta-feira (22) pretende buscar mais cedo seu neto de 6 anos de idade.

“Infelizmente meu neto não tem como trazer merenda de casa todos os dias, se o prefeito não resolver essa situação, eu serei obrigada a levar meu netinho mais cedo para casa”, lamentou a aposentada.

A situação se repete na Escola Municipal Estevão Ângelo de Souza, também no bairro Santo Antônio. No local um dos estudantes nos confirmou que não existe distribuição de merenda escolar desde o início das aulas. Demonstrando uma aparente tristeza com o problema, o jovem que não quis se identificar, disse que o desanimo aparece com a fome.

“Não tem como estudar com fome, fico logo desanimado. Meu maior desejo é que o horário acabe logo para que eu possa ir para casa comer”, disse.

O recurso da merenda escolar não atrasa

O Programa Nacional de Alimentação Escolar, (PNAE), mensalmente e religiosamente, deposita o recurso na conta das secretarias de educação em todo o país. O repasse é feito diretamente aos estados e municípios, com base no Censo Escolar realizado no ano anterior ao do atendimento.

Portanto, não tem desculpa para a falta de merenda escolar nas escolas do município.