Oficinas terapêuticas aliam tratamento e arte na confecção de máscaras e tiaras carnavalescas

Com oficinas terapêuticas, equipes da Secretaria de Estado da Saúde (SES) aliam tratamento e arte na rede de atenção à saúde mental. E há razões para que isto ocorra. Os pacientes trabalham habilidades como as cognitivas e psicomotoras nas oficinas. Esta semana, pacientes do Hospital Nina Rodrigues (HNR), Centro de Atenção Psicossocial “Dr. Bacelar Viana” e do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD Estadual) aliaram os benefícios das oficinas com a confecção de máscaras e tiaras carnavalescas. 

Tiaras carnavalescas (Foto: Márcio Sampaio)

Eunice Costa, de 21 anos, destaca a perspectiva integrada do tratamento. “O que eu mais gosto de fazer são as pinturas em tecido, e essa está sendo a minha primeira oficina de tiaras. Além de muito bonitas, são peças que a gente pode confeccionar em casa. As máscaras são as minhas preferidas, principalmente por conta do brilho que eles mostram ao redor dos olhos”, disse a paciente que realiza tratamento há nove meses no Caps III. 

Como potenciais benefícios das oficinas terapêuticas, Emanuelle Botão, de 22 anos, destaca os progressos do tratamento. “Desde quando entrei no CAPS, comecei a participar das oficinas, tanto que hoje já sei confeccionar pufs e bijuterias. É uma terapia para mim, pois quando estou estressada e ansiosa por algo, fazer uma pulseira e ocupar o meu tempo com a atividade me ajuda a manter a calma, além de ter uma renda extra”, destacou. 

A diretora geral do Hospital Nina Rodrigues, Ana Gabrielle Romanhol, ressalta que as oficinas terapêuticas são executadas com o acompanhamento de terapeutas ocupacionais e artesãos. “Durante a confecção dos adereços, trabalhamos com os pacientes as habilidades psicomotoras, cognitivas e de psicomotricidade. Além disso, também observamos questões como autoestima, rompimento de estigmas, preconceito, bem como a valorização mostrando que eles são capazes de desenvolver atividades criativas”, disse. 

Máscaras carnavalescas

As máscaras carnavalescas confeccionadas pelos pacientes reúnem cores, brilhos e muita criatividade. As coloridas tiaras destacam vários adereços, por exemplo, emoji, flamingo, estrela, coração, entre outras. Em 2019, os pacientes do produziam cerca de 150 tiaras e máscaras carnavalescas.

As tiaras custam entre R$ 10 e R$ 30. Para adquirir os adereços, os interessados devem entrar em contato pelo número (98) 99202-1319.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!