Mulher é presa após Força Tática encontrar plantação de maconha em canteiro de casa em Codó

Uma mulher identificada como Maiara Lima da Silva Nascimento, de 21 anos, foi presa na tarde desta segunda-feira (07) após a Força Tática e agentes do Serviço de Inteligência da Polícia Militar encontrarem uma plantação de maconha na residência da suspeita, localizada no povoado Palmeiras, zona rural de Codó.

De acordo com informações dos militares, a equipe da Força Tática esteve no povoado Lagoa da Costa, na tentativa de prender “Gabrielzinho”, principal suspeito de matar o pequeno Lucas Stênio, na noite da última sexta-feira (04). Os policiais apreenderam duas espingardas no local e foram informados que uma casa estava sendo usada para o tráfico de drogas no povoado Palmeiras.

Os policiais informaram ainda que dois homens e uma mulher fugiram pela mata. Outra suspeita também tentou fugir, mas foi alcançada e capturada pelos militares. Ela tentou esconder duas porções de maconha prensadas e revelou que seu pai matinha uma plantação de maconha em um canteiro no quintal da residência da família.

Segundo os militares, 50 pés de maconha foram encontrados sendo cultivados no canteiro. Na casa também foi achada uma balança de precisão, duas garrafas com folhas de maconha dentro, duas espingardas, vários cartuchos calibre 28 e R$ 257,50 em espécie.

A suspeita também informou que a residência pertence ao seu pai e que é usada há vários anos para o tráfico de drogas. Ela foi presa e conduzida para a 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Codó.

Com informações da repórter Emanuela Carvalho, da TV Cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *