Médico confirma que menina baleada está com paraplegia: “Ela infelizmente vai perder os movimentos das pernas”

Menina de 4 anos foi atingida com tiro no pescoço

A equipe médica do Hospital Regional de Urgência e Emergência de Presidente Dutra, que cuida da criança de quatro anos baleada em Codó (MA), confirmou que ela está com paraplegia.

O projétil atingiu o pescoço da menina e ficou alojado na coluna cervical. Segundo o médico Dr. Rodrigo, que enviou um áudio para a repórter Emanuela Carvalho, da TV Cidade, a criança perdeu os movimentos das pernas.

Agora pela manhã o neurocirurgião veio aqui e diz que a conduta é conservadora, que ela tem que ficar mesmo aqui no hospital tomando medicação para melhorar essa inflamação aqui, mas daqui mesmo ela volta pra casa. Mas que o diagnóstico, infelizmente, de acordo com o neurocirurgião, é que ela vai ficar sem os movimentos dos membros inferiores, no caso uma paraplegia, por conta de que a bala atingiu a região cervical, a coluna, na parte do pescoço. Aí ela infelizmente vai perder os movimentos das pernas”, informou o profissional.

Testemunhas informaram que a criança estava brincando na rua quando foi baleada durante um tiroteio ocorrido entre bandidos, na noite desta sexta-feira (09) na Rua São Miguel, no bairro Codó Novo.

Principal suspeito

As autoridades policiais já sabem quem é e onde mora o principal suspeito de ter baleado a criança, porém ainda não conseguiram capturá-lo.

O blog do Marco Silva conseguiu, com exclusividade, a foto do homem apontado como sendo o autor do disparo que acertou a menina. O principal suspeito foi identificado como “Biel”. Ele mora no bairro Codó Novo, e continua foragido.

Equipes da Polícia Militar estão fazendo diligências na tentativa de identifica de prender o criminoso e os outros bandidos que participaram do tiroteio que resultou na criança baleada.

3 Comentários

  1. Esse mesmo Biel aí baleou uma mulher em uma troca de tiros há 4 meses atrás

  2. Tomara que esse maldito seja preso e aconteça com ele a mesma dor que ele causou. Maldito!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *